Assim foi: Ida ao Ludoclube

 

Ontem resolvemos experimentar o Ludoclube – um novo espaço onde se pode jogar e experimentar uma imensidão de jogos! E, realmente, as expectativas não desiludiram! Chegados ao espaço, o que se destaca é, sem dúvida, a quantidade de jogos disponíveis, de todos os géneros e feitios, muitos clássicos e indisponíveis para aquisição, muitos modernos e praticamente todos os do top 100 do Boardgamegeek.

Para além dos jogos, o espaço dispões dos usuais apoios logísticos que permitem a permanência durante muito tempo – para além dos jogos encontramos as necessárias mesas, bem como café, comida e casas de banho. E foi assim que ficámos em torno dos jogos, durante a tarde e uma boa parte da noite.

Exposição

Os jogos encontram-se dispostos em três secções:  à entrada encontramos uma estante branca que corresponde à ludoteca de exposição e que é composta por jogos de duração máxima de 60 minutos que podem ser mexidos para a escolha e para os quais existem explicadores no Sábado à tarde; no centro encontramos a ludoteca reservada que é onde se encontram a maioria dos jogos e que devem ser escolhidos antes de se pegar (não é permitido abrir e analisar cada caixa); em torno do centro encontramos o equivalente ao ponto de recolha do Jogo na mesa, onde se estão os jogos disponíveis para venda, em estantes mais claras.

Ludoteca reservada

Ludoteca reservada

Jogo na mesa

Jogo na mesa

Bem, então e o que jogámos? Após explorarmos o espaço, começámos com um abstracto interessante para dois jogadores, o Yinsh que recorda um pouco o Reversi na forma como se revertem as peças das áreas que vamos conquistando. A conquista faz-se através de anéis que se movem livremente em todas as direcções enquanto deixam peças da nossa cor no local que deixam e voltam as peças sobre as quais se movem.

A seguir pegámos no vencedor do Spiel des Jahres de 2018 para a categoria de conhecedores – o The Quacks of Quedlinburg. Trata-se de um deck building (neste caso num saco) com push your luck em que temos, como o nome dos mecanismos indica, de ir construindo um conjunto de possibilidades com peças de várias cores no nosso saco e de as ir retirando, uma a uma, até querermos parar ou até ultrapassarmos uma determinada quantidade de dano (sofrendo, neste caso, penalizações).

Ainda que o jogo se encontre em alemão, as regras em inglês que se encontravam no interior, permitiram jogar sem precalços e o jogo tem uma boa simbologia nas cartas e tabuleiros. O veredicto final é que se trata de um jogo engraçado e movimentado, com fortes mecanismos de recupeação, ainda que tenha de o jogar novamente para perceber se existem várias estratégias possíveis. Será, sem dúvida, uma aquisição futura se o apanhar a um preço acessível.

Seguiu-se um clássico que tem muito mais estratégia e complexidade do que parece à primeira vista – o Qwirkle. O jogo encontra-se praticamente indisponível mas é uma boa aquisição para quem deseja algo que possa reunir jogadores novatos e experientes. As jogadas são rápidas e simples (basta colocar uma peça, ainda que possam ser colocadas mais) mas com o prosseguir do jogo, o padrão torna-se mais complicado e a colocação pode permitir grandes pontuações ou abrir jogo para o adversário.

Robo Rally é um jogo bastante diferente dos anteriores, tratando-se de um jogo de programação de jogadas que se adequa ao número e experiência dos jogadores, pois traz vários tabuleiros com diferentes modificações e tamanhos.  Para além das cartas que podemos ir combinando para concretizar os objectivos, o tabuleiro possui modificações à localização e sentido do robot que, por vezes, estragam as nossas melhores previsões!

Para fechar a noite, retornámos aos abstractos, agora com Onitama. Trata-se de um jogo de mecânica bastante simples em que cada jogador tem cinco bonecos que pode movimentar conforme as cartas que temos – mas quando jogamos um movimento a carta que corresponde ao movimento passa para o adversário! Apesar da simplicidade o jogo possui alguns elementos de luxo que podem fazer valer a pena o preço.

Ainda que, desta vez, não tenhamos optado por jogos mais longos, o espaço possui imensos destes jogos! Para quem deseja experimentar jogos antes de os adquirir o Ludoclube pode ser uma excelente opção, tanto pela diversidade de jogos disponíveis, como pelas condições do espaço!

Um pensamento sobre “Assim foi: Ida ao Ludoclube

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.