The Rat Queens – Vol. 2 – Kurtis J. Wiebe, Roc Upchurch, Stjepan Šejić

Se tinha achado o primeiro volume leve e agradável, uma leitura engraçada que não chega ao extraordinário mas que pode servir para limpar a mente, neste segundo volume, a história pareceu-me ter perdido o foco e entra por uma resolução narrativa pouco lógica. Sim, estamos a falar de um mundo fantástico, mas a sucessão de acontecimentos liberta o leitor da descrença que devia acompanhar a criação de um mundo.

O vilão do primeiro volume regressa. Se, no anterior tinha usado intermediários para acabar com as Rat Queens, agora resolve pôr as mãos na massa e usar forças sobrenaturais para exercer a vingança pela morte da esposa. Estas forças sobrenaturais são de forte inspiração lovecraftiana.

A história cruza vários elementos fantásticos, utilizando as origens de cada uma das guerreiras que constitui o grupo Rat Queens. Encontramos, assim, máscaras de seitas tribais, magia e criaturas malignas. A mistura destes elementos poderia ter-se tornado engraçada, mas a falha lógica da narrativa estraga qualquer aspecto positivo deste sentido.

Ainda que estejamos a falar de um mundo fantástico, a boa fantasia consegue manter uma coerência lógica que mantém a descrença do leitor afastada. Não aconteceu neste caso em que os elementos que antes pareciam ponderados, aqui se excedem. De várias formas.

A história alterna duas linhas temporais. Por um lado acompanhamos a luta contra o vilão. Por outro, vai-se explorando o passado amoroso ou familiar de cada uma das personagens, dando-nos, para cada uma, um contexto que nos permita perceber o seu estado actual. Ainda que esteja seja uma abordagem cliché que permite aumentar a empatia pelas personagens (e que costuma funcionar) neste caso, explora-se o passado de todas as personagens num único volume.

Mas não foi só em termos narrativos que este volume parece ter baixado a qualidade. Também a nível visual encontrei algumas páginas cujos desenhos tinham um aspecto pouco acabado. As figuras apresentavam-se, por vezes, toscas e de expressões pouco perceptíveis. Este segundo volume tem páginas agradáveis, mas outras de menor qualidade.

Enquanto que o primeiro volume me tinha deixado com a expectativa de investir nesta série, neste segundo achei que a qualidade tinha baixado excessivamente, pelo que devo aproveitar o orçamento para experimentar outras séries.

Posted In

,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.