Resumo de Leituras – Setembro de 2020 (2)

109 – Vida e Morte do Comandante Raúl Morales – Onofre dos Santos – Um homem cega durante a guerra colonial. A última foto que vê é a de uma misteriosa mulher, e será esta que o assombrará na terna procura da companheira perfeita, enquanto deambula de encontro fugas em encontro fugaz.

110 – Farmhand – Vol. 3 – Rob Guillory – A série enrola-se um pouco neste terceiro volume. Salta-se entre diferentes linhas temporais e personagens – algo que ajuda no entendimento da história de cada uma, mas que ainda não está afinado e resulta algo confuso. Ainda assim, visualmente é uma boa série. Em termos narrativos é agradável e movimentando, a caracterização de personagens e os relacionamentos são coerentes, mas tem alguns problemas nas transições e, neste volume, nas pausas;

111 – Ascender – Vol. 2 – Jeff Lemire, Dustin Nguyen – Alguns anos depois de Descender o Universo foi dominado pela magia e uma bruxa governa sobre todos. Este segundo volume explica parcialmente como decorreu tal transição e como só foi possível como resultado da batalha com que terminou Descender. Movimentado e empático, Ascender mantém o nível de qualidade.

112 – Bitter Root – Vol. 1 – David F. Walker, Chuck Brown, Sanford Greene – Uma família caça monstros. As mulheres produzem uma poção poderosa, enquanto que os homens desenvolvem as suas capacidades de luta e caça. Mas não na geração mais recente…. Para além destas questões familiares, um novo tipo de monstro surgiu – mais intenso e inexplicável. Algo confuso em ternos narrativos, peculiar em termos visuais, é uma série de qualidade acima da média mas que ainda tem alguns elementos a limar.

3 comments

  1. Confesso que a série farmhand está muito confusa, não cativa a leitura seguida (como Gideon Falls).
    Apesar de ser de um dos criadores da minha série favorita da Image Comics, a aclamada “Chew”, com está série perdeu muito comigo. 🙂

    Irei ler o segundo volume e espero que melhore.

  2. Sim “A série enrola-se um pouco neste terceiro volume. Salta-se entre diferentes linhas temporais e personagens – algo que ajuda no entendimento da história de cada uma, mas que ainda não está afinado e resulta algo confuso. ” – Farmhand tem um bom desenho mas acho que o autor ainda não tem a maturidade que precisava para levar isto em termos narrativos. Precisa ainda de dominar alguns truques. Se não estou em erro, na Chew ele participa mais como desenhador e ainda que se nota que tb deve ter colaborado como narrador (algumas piadas possuem o mesmo estilo de Chew) ainda precisa de evoluir. Este que li foi o terceiro volume, e sinto que a narrativa continua com os mesmos problemas dos volumes anteriores.

    Entretanto, o outro autor de Chew lançou uma série no mesmo Universo ficcional sem o Rob Guillory no desenho – estou para encomendar o primeiro volume e ver se vale a pena.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.