Ms. Marvel – Fora do Normal

Ms. Marvel não é uma heroína comum – muçulmana, distingue-se fisicamente do aspecto tradicional das heroínas enquanto altas e louras. Mas não na primeira transformação, onde mimetiza o que será um aspecto americanizado de perfeição ocidental. Kamala, o nome civil desta Ms. Marvel, possui a capacidade de alterar o seu aspecto físico – e tal transformação inclui a capacidade de se distender em formas impossíveis para os comuns mortais.

Ms Marvel não é uma heroína comum em vários aspectos. Fazendo parte do grupo menos fixe da escola, é uma jovem da qual os pais esperam um comportamento mais tradicional. Mas quando começa a desaparecer para realizar missões, entra em choque com os progenitores, e surgem problemas familiares – se por um lado não consegue pode as suas ausências, por outro sabe que está a fazer o que é correcto, mesmo que os familiares não o consigam compreender.

Ao viver no ocidente, a família culpa a localização geográfica para as diferenças geracionais – se a rapariga passa por se ter tornado demasiado libertina, já o rapaz retorna às origens e nega vários trabalhos por achar que não estão de acordo com as leis religiosas pelas quais se rege, talvez numa tentativa de manter uma identidade cultural que o distancie do mundo ocidental.

Apesar de se centrar em super-heróis, Ms Marvel cria uma diversidade cultural interessante (com capacidade de empatia para com novos públicos), não só pela diferente origem da protagonista, mas pela forma como esta nova heroína encara as missões. Recordo que se trata da mesma heroína que, em Campeões, se afasta dos grupos tradicionais de super-heróis, por achar que estes estão mais preocupados com a demonstração das suas capacidades e em enfrentar vilões, do que com o comum mortal que acaba por sofrer as consequências de tais batalhas.

Sendo este volume introdutório da personagem, não é de estranhar que seja menos carregado de acção,  centrando-se sobretudo nos conflitos internos da heroína e na adaptação para conseguir utilizar os seus novos poderes, tentando gerir, em simultâneo a vida de estudante e a componente familiar de apertadas tradições.

Ms. Marvel – Fora do Normal foi premiado com o Hugo na categoria Best Graphic Novel. Em Portugal foi publicado pela G Floy.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.