O Monte dos Vendavais – Emily Bronte

Irmã de Anne e Charlote Bronte, Emily Bronte escreveu, na sua curta vida, um único livro, Wuthering Heights, conhecido em português como O Monte dos Vendavais. Em Portugal o livro conhece diversas edições, pelas editoras Relógio D’Água, Europa-América, Civilização e Dom Quixote (citando apenas algumas), chegando agora a vez da Editorial Presença.

Mr. Lockwood, habituado ao reboliço da cidade, desloca-se ao Yorkshire para uma calma temporada no campo, alugando a casa Thrushcross Grange. O seu senhorio,Heathcliff, é, no entanto, uma pessoa muito estranha, um homem de péssimos modos, que vive numa luxuosa mas mal estimada casa, que partilha com mais algumas pessoas, com as quais a ligação familiar é pouco clara a Mr. Lockwood. Curioso, Lockwood questiona a governanta sobre os moradores da casa de Heathcliff, no Monte dos Vendavais. Esta terá conhecido Heathcliff desde pequeno e narra a história que é a linha narrativa principal do livro.

Heathcliff foi encontrado e adoptado em pequeno por Mr. Earnshaw, pai de duas crianças, Catherine e Hindley. Criado como filho por Mr. Earnshaw, desenvolve-se entre ele e Catherine uma forta amizade e cumplicidade. No entanto, um ódio poderoso cresce em Hindley por Heathcliff que o vê como rival dos afectos do pai. Após a morte de Mr. Earnshaw, Hindley assume o lugar de chefe de família, tratando Heathcliff não como um irmão, mas quase como um escravo, fazendo com que este jure se vingar um dia.  Catherine cresce, tornando-se numa jovem bela, educada e saudável, mas rebelde e caprichosa acabando por se comprometer com uma rapaz de estatuto social semelhante, Edgar, também ele de mentalidade acriançada e demasiado mimado.

No compromisso entre Catherine e Edgar tudo parece iniciar-se de forma errada – Catherine apercebe-se de que os seus sentimentos por Heathcliff poderão ser algo mais do que amizade, e Edgar deixa-se manipular totalmente pelas birras de Catherine. Face ao compromisso estabelecido por Catherine, Heathcliff abandona então tudo e todos, procurando a sua própria fortuna. Anos mais tarde regressa, rico e Catherine é atormentada pela rivalidade entre o marido e o amigo de infância.

Emily Bronte criou, em O Monte dos Vendavais, uma tragédia romântica em que todas as personagens têm as suas qualidades e fraquezas – a governanta de Lockwood que terá ajudado a criar Catherine é uma linguaruda metediça que por vezes age de forma preconceituosa, mas possui um coração de manteiga; por sua vez Catherine, uma criança inteligente revela-se uma mulher caprichosa e Heathcliff torna-se num homem rancoroso que não liga aos meios que adopta para exercer a sua vingança. Emily Bronte explora o ódio, a vingança e o rancor, mas também a inocência e a amizade num romance sem heróis ou vilões absolutos.

Apesar de se tratar de um clássico O Monte dos Vendavais é de leitura relativamente rápida e mais acessível do que outros livros da mesma época e género como A Corcunda de Notre Dame de Victor Hugo.

 

2 pensamentos sobre “O Monte dos Vendavais – Emily Bronte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s