The Dark – Volume 2 – Vários autores

the dark 2

Mais coeso em qualidade, mas sem histórias tão fortes quanto o primeiro número, este volume da The Dark apresenta-nos novamente quatro histórias fantásticas com toques de horror, começando por Our Lady of Ruins. Neste conto um homem perde-se na floresta enquanto tenta procurar ajuda para o carro avariado. Bem, na realidade encontra-se, não se perde – de uma forma estranha parece passar entre realidades e retornar aos braços da esquecida amada onde se sente completamente integrado. Até ao dia em que acorda novamente neste mundo, perdido na estrada e retorna à esposa que o tinha dado por  morto há muito. Um conto melancólico de um ser humano que, tendo conhecido a perfeição, não se encaixa na realidade que encontra.

Em The Nameless Saint uma velhota encarna quase o perfeito papel de bruxa moderna, uma bruxa de boas intenções que captura as misérias que murmuram aos ouvidos dos humanos, deixando-as em gaiolas inquebráveis pela força. O quotidiano repete-se sem grandes surpresas até um dia. E porque tem sempre de existir um ponto de ruptura dos hábitos repetidos, nesta história este é representado por uma menina curiosa que estranha os hábitos da velhota. Imune aos feitiços que afastam a maioria dos seres humanos, é vista pela velhota como o futuro da profissão. Fazendo as misérias parte da condição humana, neste conto questiona-se indirectamente o seu papel na vida de todos os homens.

Wrought Out From Within Upon the Flesh de E. Catherine Tobler é uma longa história metafórica de dor e abuso, onde uma mulher transformada se esquece do que já foi. Resumida ao aspecto em que o amante a transfigura, aparência submissa e simultaneamente indefesa, parece acordar do torpor quotidiano. Sendo um conto fantástico esta transfiguração não poderia ser algo assim tão simples – de braços transformados em correntes e ferros, vê crescer os dedos e mãos que há muito esqueceu, e volta a conhecer a liberdade de andar e falar. Sem dúvida uma das histórias mais estranhas do conjunto, descreve as sensações da mulher antes e depois da transformação, sensações surreais que causam alguma repulsa.

Finalmente, em Five Boys Went to War uma idosa tenta manter os cinco filhos mortos na guerra que terão voltado sob forma pouco humana. Recordando os dias de cada um, volta a casa depois de comprar carne triturada que pretende distribuir entre eles. Quando chega encontra-os, cada vez mais contaminados pelos fungos, cinco figuras a que se agarra com saudades, mas que pouco parecem ter dos seres humanos que foram. História estranha e arrepiante, termina o conjunto de forma pesada e, novamente, melancólica.

Um pensamento sobre “The Dark – Volume 2 – Vários autores

  1. Pingback: Resumo de Leituras – Março de 2015 (3) | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s