The Strange Library – Haruki Murakami

IMG_0482

The Strange Library é uma das obras mais recentes de Haruki Murakami, uma novela que, à semelhança de Os Assaltos à Padaria, usa aspectos gráficos para dar maior ênfase a alguns episódios da história. Mas se, em Os Assaltos à Padaria, as imagens permaneciam separadas do texto, neste volume elas contêm, ou são contidas pelo texto, numa interacção proveitosa para o leitor.

IMG_0484

A história pode ser enquadrada no horror juvenil, apresentando um rapaz curioso que, questionando-se como se faria a colecta de impostos no Império Otomano, se dirige à biblioteca para requisitar alguns livros que o elucidem. Na recepção é atendido por uma funcionária mentalmente ausente que lhe indica uma porta que desconhecia.

IMG_0485

Por detrás da porta existe um velhote que, prontamente, encontra três grossos e velhos volumes sobre a recolha de impostos, de vários pontos de vista. Mas estes volumes só podem ser lidos na biblioteca, que está quase a fechar. Ainda que curioso, o rapaz sente alguma reticência em permanecer na biblioteca após o horário de fecho.

A custo, lá é convencido pelo velhote, a consultar os livros ainda naquele dia. O rapaz lá segue o homem, por corredores negros, através de um labirinto que tem, no final, uma jaula. Lá deverá permanecer durante o período de um mês, para decorar os grossos volumes. Caso falhe na tarefa, os seus miolos serão devorados pelo velhote.

IMG_0498

Durante o encarceramento é visitado por um homem, que, a medo do velhote, lhe traz comida e garante a prisão. De vez em quando aparece, também, uma jovem rapariga, uma visitante de um mundo paralelo que pensa, com ele, escapar daquele estranho e fantástico espaço.

IMG_0503

Visualmente estimulante, a curta história deste volume possui diversos elementos de horror fantástico pouco usuais – descrições de pequenos castigos que se tornam horrores mais pelo que se imagina do que propriamente pelo que encontramos descrito.Não que sejam castigos muito pesados, mas é arrepiante imaginar que nos fecham num frasco cheio de lagartas peludas.

Sombria, esta pequena novela consegue ter algumas reviravoltas desagradáveis em que, sem acontecer nada de explicitamente horroroso, faz perceber que alguma coisa espreita para sempre nas trevas, conferindo inquietude ao final que é muito menos pacífico do que pode parecer.

6 pensamentos sobre “The Strange Library – Haruki Murakami

  1. Não me apetece ir comentar nos vários sítios do teu blog, pelo que comento algumas das tuas entradas aqui nesta:

    A long voyage for a small angry planet: excelente primeiro livro de uma (espero eu) série. divertido, fará lembrar a série ‘firefly’. Uma nave mista (com vários seres de várias origens) e com vários amores (vê o que escrevi no bbde)

    Ashram, descarreguei-o após uma (acho eu’) análise positiva tua. Não lhe achei grande piada e considero relativamente mal escrito – sempre me irritou o uso dos ‘inhos’ e o ‘abuso de ‘velhinho’ não me agradou nada. Embora o twist final tivesse alguma (pouca) piada.

    Fables, tenho até ao Deluxe 9. Esse 9 é onde o SPOILER ALERT adversário é derrotado, mas começa a levantar-se um outro perigo e um outro adversário. Irritou-me porque me deu a ideia de esticar a pastilha elástica até perder o sabor. Ficou a meio até me apetecer recomeçar. Mas até o tal 9, considero uma série que me agradou imenso.

    Fósseis dos nosso pais – li-o ontem. Tem alguma piada, mas não achei extraordinário.

    • A long voyage for a small angry planet – estou muito curiosa em relação a este. O BBDE já está ON? Going!

      Ashram – ainda nao o li. Nao foi daqui – está na lista para ler. Teve o segundo lugar no Prémio Campos do Jordão de Literatura 2015. Há uma crítica bastante positiva no Flames (http://flamesmr.blogspot.fr/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html).

      O Fables é uma série muito longa. Confesso que ainda que tenha gostado de alguns episódios até ao momento, quando vejo o número total de volumes, questiono-me como a vão manter interessante.

      Fósseis dos nosso pais ? Será Fósseis das almas belas? Estás a fazer um mash-up com Sepulturas dos pais? 😛 LI os Fósseis das almas belas esta semana. Ainda não escrevi a minha opinião, mas eis um esboço. As bandas desenhadas portuguesas têm, para mim, um problema comum – tentam ser muito filosóficas e ter sentidos muito profundos. Eu gosto mais de aventuras e acções. Às vezes gosto de coisas filosóficas mas têm de ser muito boas. Esta BD até tem uma ideia engraçada, mas tenta suportar tudo nesta ideia, forçando o relacionamento de episódios da história de Portugal e depois salta para o presente, para um episódio que pouco tem a ver com os que apresentou ao longo do livro. Gosto de algumas partes (também não é um livro grande), mas não me convenceu.

      • Yep.. Fosseis das almas belas 🙂
        Concordo com essa coisa dos ‘filosóficos’ . É também o que penso do ‘Volta’. Não percebo tanto burburinho à sua volta, pois não o achei tão extraordinário assim que merecesse os prémios que recebeu. Mas prontos, se todos gostarem de vinho tinto, deixa-se de produzir branco.

        O Kong the King também é interessante, mas talvez seja mais um “Tour de Force” do Osvaldo Medina do que um ‘excelente’ livro. Mas acho que irá vencer o ‘premio do tempo’. Ou seja, ainda será o livro que é, daqui a 10 anos.

        O Fables.. creio que deves ir até à derrota do adversário. O resto já não sei….

        As sepulturas dos pais…tenho um prurido contra as coisas do David Soares e não gasto dinheiro com ele… não é nada pessoal pois nunca o vi mais gordo 🙂

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Janeiro de 2016 | Rascunhos

  3. Pingback: Os Assaltos à Padaria – Haruki Murakami | Rascunhos

  4. Pingback: The Wind-up Bird Chronicle – Haruki Murakami | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s