Por Universos Nunca Dantes Navegados – Vários autores

IMG_0946

Há pouco mais de 10 anos surgia um projecto com intenção de publicar antologias em português, do qual resultou este Por Universos Nunca Dantes Navegados. Lançado em 2007 durante o Fórum Fantástico, o livro reúne contos de autores brasileiros e portugueses de ficção científica e de fantasia. Sendo o meio dos escritores de ficção científica reduzido, não é de estranhar que encontremos nomes conhecidos como Telmo Marçal, João Ventura, Octávio Aragão ou Carlos Orsi. Ao todo, são 14 contos de temática diversa em que irei realçar apenas os que mais gostei.

A antologia abre precisamente com um conto de João Ventura, Resíduos Sólidos Urbanos, uma distopia onde os seres humanos podem aparecer como lixo para triagem, sendo submetidos a análises de funcionalidade para decidirem que rumo lhe dar – desmontagem para utilização das partes, ou reintegração. Neste caso, o resíduo é um velhote que lentamente perdeu o lugar no lar, substituído por um modelo robótico, mas que mantém algumas capacidades activas. Uma história irónica e bem construída que tem o enquadramento q.b. para brincar com as prioridades da sociedade.

Esta não é a única presença de João Ventura, com outro conto, a meio do conjunto, Assassinos de Sobreiros.Se noutras antologias as histórias do autor nem sempre me tinham captado, neste caso, adorei ambas – para quando uma antologia? Neste caso, apresenta-se-nos um ecossistema florestal onde cada elemento é muito mais do que poderia parecer à primeira vista, agindo conjuntamente para se defenderem eficazmente da ameaça humana de uma forma rápida, limpa e eficaz.

Para tudo se acabar na Quarta-feira de Octavio Aragão, é um conto movimentado onde não faltam os episódios de intensa acção com direito a murros e tiros. Com viagens no tempo e inúmeras realidades, utiliza-se o propício ambiente criminoso para fazer crescer e testar potenciais líderes.

IMG_0985

Em Littleton de Jorge Candeias a premissa é engraçada – um homem no que parece ser um futuro distante e vivendo noutro planeta, resolve tirar umas férias incorporando um bandido numa experiência completa do faroeste. Imaginativo e movimentado, gostava que tivesse tido um final mais decisivo.

O Nevoeiro que desvendou realidades de Sofia Vilarigues é um conto de fantasia que explora o impacto do mundo rural e inacessível que mantém alguma magia natural com o mundo citadino, barulhento e movimentado – o preço do progresso. Simpático e até carinhoso, recorre a algumas técnicas subtis dos contos para depositar a sua mensagem.

O conto de Maria Helena Bandeira, Ponte Frágil sobre o nada, vale pela premissa, apresentando-nos um mundo onde os seres humanos deixando de comunicar pela voz. Os poucos que o têm de fazer são considerados deficientes. É neste mundo que uma mulher tenta criar o filho, um dos que usa a voz para comunicar. A perspectiva é interessante, o mundo que criou também, não gostei da saída que encontrou.

(o conto de Telmo Marçal é um bom conto, com a frieza e violência que lhe é característica, mas já o tinha lido noutro livro).

Esta antologia organizada por Luís Filipe Silva e Jorge Candeias peca em termos visuais pelo tamanho da letra – não tão pequeno que não se consiga ler, mas o suficiente para se tornar incómoda. Mas é de perceber, sendo este um factor determinante no número de páginas e provavelmente no preço.

Omiti vários contos, mas não por os ter achado maus. Aliás, não encontrei nenhum conto que achasse mau, mas sim alguns com premissas já conhecidas ou que não me envolveram. É pena perceber que este projecto não tenha tido forças para lançar mais antologias, como tantos outros que apareceram e rapidamente desapareceram. Fica-nos esta antologia com vários contos interessantes e de boa qualidade.

2 pensamentos sobre “Por Universos Nunca Dantes Navegados – Vários autores

  1. Pingback: Por Universos Nunca Dantes Navegados - V&aacute...

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Janeiro de 2016 (4) | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s