Fagin O Judeu – Will Eisner

IMG_1473

Para os que se queixam dos preços da boa banda desenhada (como eu, várias vezes), eis um excelente livro a preço bastante acessível. Publicado em Portugal pela Gradiva em 2007, é uma banda desenhada do mítico Will Eisner, e terá sido escrita em resposta aos estereótipos raciais.

Na introdução, o autor explica a evolução da sua própria consciência face a estas questões raciais, que lhe terão surgido pela primeira vez com The Spirit. Este herói teria como ajudante um rapaz afro-americano que, nas primeiras aventuras, corresponderia às expectativas estereotipadas que acabam por desempenhar um papel cómico. Por causa do serviço militar, o autor terá interrompido a história. Quando a retomou, anos mais tarde, mais consciente, percebeu que devia dar um desenvolvimento diferente à personagem secundária.

IMG_1502

Aqui, em Fagin, Will Eisner aproveita a personagem criada em Oliver Twist, de Dickens. Carregada de características negativas, associadas aos judeus, Will Eisner terá aproveitado para expiar a personagem. Já Dickens teria tentado minimizar as referências raciais de Fagin numa versão tardia da história, mas sem sucesso – a versão original encontrava-se demasiado divulgada para a conseguir substituir.

Will Eisner começa por apresentar as circunstâncias em que os judeus terão fugido da Europa Central, e entrado em Inglaterra. Denominados como asquenazitas, são uma das vagas de migração mais recentes. Menos cultos e menos abonados que os judeus já residentes (oriundos de Portugal e Espanha e denominados de sefarditas), estão mais expostos aos enganos dos restantes, e acabam por se safar utilizando as poucas oportunidades que a vida lhes dá – o engano, a burla e, até, o roubo.

IMG_1496

Sem ter podido frequentar uma escola inglesa, é neste ambiente que cresce Fagin, um rapaz que se viu órfão muito cedo. Acolhido por judeus socialmente mais estáveis, acaba por trabalhar na primeira escola para judeus asquenazitas, criada pelos sefarditas para tentarem fazer evoluir os restantes, receosos da denominação comum de judeus, e das conotações daí derivantes.  Sem meios, sem cultura e sem profissão, não é de estranhar que a estes judeus, novos integrantes da sociedade inglesa, se tenha colado um estereótipo negativo e pejorativo.

Mas nem na escola Fagin se safou. Apaixonado pela filha do dono da escola, é apanhado em flagrante com a moça e é expulso. Este episódio em concreto irá marcar a vida de Fagin e atirá-lo para a rua, sem amarras afectivas ou sociais. Em todas as tentativas de seguir uma vida honesta acaba por ser incriminado por qualquer acção que ocorra à sua volta, e é frequentemente preso.  A vida do crime é, pois, a única solução.

IMG_1512

Como resultado das circunstâncias e das expectativas sociais atribuídas à sua raça, a personagem é aqui expiada. Por um lado mostra como alguém, entre as preconceitos e a vida dura, acaba por seguir a solução esperada, por outro mostra como, afinal, até tomava atitudes correctas, mas pouco conhecidas e divulgadas – Fagin é, acima de tudo, um homem.

O grande detalhe das imagens permite ambientar o leitor na Inglaterra do século XIX, com reviravoltas que relembram os livros de Charles Dickens ao apresentar personagens mais ingénuas que se vêm em sarilhos com as autoridades sem que tenham cometido as acções das quais são culpabilizados. Aliás, o sentimento final é o mesmo – com finais semi felizes mas de caminho sofrido.

5 pensamentos sobre “Fagin O Judeu – Will Eisner

  1. Pingback: Fagin O Judeu - Will Eisner | F_C | Scoop.it

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Fevereiro de 2016 | Rascunhos

  3. Pingback: Um contrato com Deus – Will Eisner | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s