Assim foi: Fórum Fantástico 2016 – 24 de Setembro

img_8666

O Sábado começou uma sessão sobre eventos de ficção especulativa – horror com Sustos às sextas (António Monteiro), ficção científica com SciFi LX (André Silva) e Imaginauta (Carlos Silva que, neste caso, apresentou várias iniciativas diferentes) e um misto dos géneros com o próprio Fórum Fantástico (Rogério Ribeiro). Pela sessão percebe-se que são todos eventos que se espera continuar no próximo ano!

img_8684

 

Em “Outra História, Outro Portugal” falou-se de duas obras de autoria portuguesa que apresentam um país no futuro que pretendiam projectar as preocupações e a visão de ambos os autores: O Último Europeu de Miguel Real e Euronovela de Miguel Vale de Almeida.

img_8711

Enquanto a primeira é uma obra recente, Euronovela foi publicado em 1998 pela Caminho encontrando-se esgotado, falha que o autor prevê colmatar nos próximos tempos através da digitalização da obra.

img_8717

A esta conversa sobre livros de ficção científica de autoria e cenário portugueses segue-se o lançamento da mais recente antologia de ficção científica portuguesa publicada pela Editorial Divergência. Tendo como sub-género o cyperpunk, Proxy consegue destacar-se das anteriores publicações da editora por apresentar um aspecto gráfico peculiar e interessante, bem como uma introdução de João Barreiros que prepara o leitor para os bons contos que a antologia apresenta (uma crítica mais completa seguir-se-á nos próximos dias).

img_8730

Apesar de não ter assistido a toda a sessão de “À conversa com a Oficina de Escrita Polícia Bom, Polícia Mau” (o meu cérebro pediu-me comida a meio da tarde) transpareceu a ideia de que a Oficina de Escrita teria ajudado bastante no aprofundar das capacidades críticas e criativas dos participantes, que criaram um site cujo título é uma referência aos dois responsáveis – Luís Filipe Silva e Rogério Ribeiro.

img_8748

Em Indústrias Criativas foram apresentados alguns projectos de Nuno Duarte, Ricardo Venâncio e da dupla Ana Fragateiro e Tiago Pimentel, com especial destaque para estes últimos, responsáveis pelo projecto Credo Quia Absurdum, que cria as t-shirt’s abaixo (entre outros produtos).

img_8669

O dia terminou com o jantar organizado em parceria com Os Devoradores de Livros onde se reuniram palestrantes e assistência.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s