Flight – volume 1

Flight é o nome de uma antologia de banda desenhada que pretende ter histórias diversas de autores pouco conhecidos. Contendo 23 histórias possui uma qualidade global acima da média, muitas das quais centradas no tema voar, ainda que não seja suposto ser uma antologia temática. As histórias diferem em forma e conteúdo, mas quase todas conseguem apresentar uma narrativa coesa, sem grandes deambulações experimentais.

A primeira história apresenta dois amigos que constroem o seu próprio avião, fazendo planos para uma longa viagem de inauguração. Ainda que um deles se mostre confiante, o outro hesita, optando por adquirir para-quedas.

Depois desta história inicial, engraçada e bem contada, somos transportados para um mundo mágico onde as baleias voam e jovens entregam encomendas transportados por tubarões amestrados (que também são capazes de voar). É uma história juvenil que não deixa grande marca apesar de ser competente.

Entre raparigas que crescem asas e mulheres que relembram os tempos de infância libertando papagaios, temos uma história de regresso à terra natal de um jovem e um episódio de acção passado num zepelim. A próxima história que se destaca é a de Khang Lee onde uma menina é levada por um robot que tenta reproduzir no seu mundo a realidade da menina – mas, depois de tentar distrai-la com amigos mecânicos e festas, a menina continua a sentir a falta dos pais.

Após uma história de crianças expostas à guerra que sonham com lugares mais aprazíveis, segue-se a deturpação de um conto com The Maiden and the River Spirit que tem uma reviravolta engraçada, ainda que não totalmente original. Esquilos voadores que são ainda demasiado jovens para ficarem livre de perigos e circos onde as motas voam livremente – o tema voar continua a impregnar a maioria dos contos.

As restantes histórias têm mais interesse visual do que narrativo, com algumas deambulações gráficas que não pretendem contar uma sequência de acontecimentos mas aproveitar o tema para explorar.

Esta é, no mínimo, uma antologia de banda desenhada competente. Todas transmitem alguma narrativa, ainda que nalgumas se perceba que esse não é o foco (são poucas), e todas são visualmente agradáveis (no mínimo), bastantes com detalhes caricatos que transmitem simpatia ao leitor.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Flight – volume 1

  1. Pingback: Resumo de leituras – Dezembro de 2017 (4) | Rascunhos

  2. Pingback: Retrospectiva 2017 – O Rascunhos em Banda desenhada | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s