Os contos inéditos de DogMendonça e Pizzaboy – Filipe Melo, Juan Cavia e Santiago Villa

IMG_4340

Desde que foi anunciada, no Fórum Fantástico, há alguns anitos, que a banda desenhada Dog Mendonça e Pizzaboy me despertou grande interesse – zombies nazis, demónios em corpos de criança e cabeças que andam por aí a ajudar os nossos heróis, um lobisomem e um entregador de pizzas.

O ambiente é leve, divertido e vai mantendo uma estrutura típica de investigação onde, na sequência de um acontecimento bizarro, os nossos heróis vão desenterrando pistas que os levam aos responsáveis pela desestabilização entre o mundo fantástico (ou sobrenatural) e o quotidiano mundano. Mas toda esta investigação é envolta em detalhes curiosos que ajudam a criar o ambiente cómico.

IMG_4426

Esta obra terá entrado no mercado americano através da Dark Horse presents, uma revista que a editora utiliza para divulgar novas obras e autores, através de algumas histórias criadas especificamente para esta publicação. O volume Os Contos Inéditos de Dog Mendonça e Pizzaboy reúne as quatro histórias publicadas na revista, que dão a conhecer a origem de Dog Mendonça e uma das suas pequenas aventuras.

Como qualquer lobisomem tradicional, Dog Mendonça terá sido o sétimo filho, o rapaz que se segue a várias raparigas e que por isso é amaldiçoado com a sina de se transformar em lobisomem. Se a família estranhou as primeiras transformações, logo lhe dão uso, criando um pequeno número de circo onde o rapaz se torna lobisomem. A harmonia familiar assim criada tem pouca dura – os nazis procuram monstros para as suas experiências e logo tentarão obter Dog Mendonça.

IMG_4343

A separar cada um dos capítulos encontramos imagens de diversos artistas portugueses – Joana Afonso, Filipe Andrade, Jorge Coelho e Ricardo Cabral

Se as três primeiras histórias nos contam como surgiu Dog Mendonça e qual o rumo que seguiu até se estabelecer em Lisboa, a última mostra-nos Dog Mendonça numa convenção publicitando a banda desenhada. Para entreter um bando de miúdos conta-lhes uma pequena aventura que sofrerá duras críticas pela construção narrativa.

IMG_4433

É de realçar o visual e a qualidade da impressão, onde o negro lustroso contrasta com a luminosidade das imagens. As histórias continuam o registo bem-disposto e envolvente da trilogia, carregado de detalhes fantásticos e tiradas cómicas que aproveitam a personalidade e as características de cada personagem. Nota-se que o intuito é diferente – não se pretende explorar uma aventura mirabolante e movimentada mas, num ambiente mais calmo e descontraído, dar a conhecer as personagens.

Outros livros das aventuras de DogMendonça e Pizzaboy

8 pensamentos sobre “Os contos inéditos de DogMendonça e Pizzaboy – Filipe Melo, Juan Cavia e Santiago Villa

  1. Pingback: Os contos inéditos de DogMendonça...

  2. Pingback: Assim foi: Lançamento Os Contos Inéditos de DogMendonça e Pizzaboy | Rascunhos

  3. Pingback: Resumo de Leituras – Abril de 2016 (3) | Rascunhos

  4. Pingback: Últimas aquisições | Rascunhos

  5. Pingback: Vampiros – Filipe Melo e Juan Cavia | Rascunhos

  6. Pingback: O último Pizzaboy – Peixinho de Prata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s