99 – O Castelo dos Destinos Cruzados – Italo Calvino – Este volume possui dois conjuntos de histórias baseadas na disposição das cartas de dois baralhos de tarot distintos, um na mesa de um castelo, o outro na mesa de uma taberna. São exercícios de escrita engraçados mas pouco marcantes.

100 – How to live  safely in a science fiction universe – Charles Yu – Com pitadas de humor que recordam The Hitch-Hikers Guide to the Galaxy, é uma história que se centra demasiado numa personagem que remói os problemas de infância, e onde, no final, restam algumas pontas soltas. Entre as pitadas de humor e a premissa interessante, o autor não explora totalmente nenhuma das duas vias ficando a sensação de uma história incompleta.

101 – Mad With Wonder – Hatter M. Volume 2 – Frank Beddor – De aspecto gráfico distinto do primeiro volume, continua a apresentar imagens excelentes de aura surreal, mas agora mais difusas e incertas. Continuação do volume anterior, possui alguns elementos repetitivos na história, que fazem com que não se torne excelente.

102 – A Boneca de Kokoschka – Afonso Cruz – Último livro do autor, possui duas histórias interligadas com raízes na cidade de Dresden. Ainda que, de início, tenho estranhado a forma como nos é apresentada a história, passado algumas páginas vi-me envolvida e adorei. Espero arranjar tempo para comentar decentemente o livro nos próximos dias.

103 – Inverted World – Christopher Priest – No  mundo apresentado por Christopher Priest a realidade é relativa, e apenas junto de um ponto denominado de óptimo é que as condições físicas são semelhantes ao nosso mundo. Mas este óptimo move-se ao longo do planeta, e desta forma, também a cidade tem de se mover, ao longo de carris, com a ajuda dos indígenas. Ainda que, inicialmente, haja um equilíbrio entre o desenvolvimento da personagem principal e a ideia por detrás desta realidade, este vai-se deslocando e as personagens são descuradas. É uma obra interessante, não pela história, mas apenas pela ideia exposta e pela forma como esta vai sendo revelada.

104 – O Golem – Gustav Meyrink – Irónico e inteligente, aproxima-se por vezes da demência ao acompanhar a personagem, um homem que vive no bairro judeu e que não se recorda de parte da sua vida, após um tratamento psicológico. Explorando o mito do golem na cidade de praga intercala misticismo com loucura. Com alguns momentos menos interessantes, revelou-se bastante superior ao que esperava no final.

105 – Miss Tamara, The Reader – Zoran Zivkovic – Também presente no livro da PS Publishing, The Writer, The Book, The Reader, constitui um conjunto de histórias em torno de uma senhora com o hábito de comer fruta ao mesmo tempo que lê. Em cada história explora uma fruta diferente conjuntamente com um acontecimento bizarro envolvendo os livros. Leitura bastante agradável bem ao estilo de Zoran Zivkovic, não desiludiu e enquadra-se no que esperava para um conjunto de histórias deste autor.

106 – Vaporpunk – Relatos Steampunk publicados sob as ordens de Suas Majestades – Conjunto de contos de autores brasileiros e portugueses publicado pela editora Draco, possui histórias excelentes e uma qualidade acima da média.  Este é outro livro sobre o qual pretendo escrever algo mais longo nos próximos tempos.

107 – Solomon Kane – The Castle of the Devil – Scott Allie & Mario Guevara -Adaptação para Graphic novel de uma história de Solomon Kane, realça-se pelo ambiente soturno e traiçoeiro,  carregado de monstros e personagens pérfidas. Ainda que tenha gostado de alguns elementos da história, como graphic novel deixou-me quase indiferente.

108 – The Stars my Destination – Alfred Bester – Irónico, sarcástico, brutal. Num futuro onde se pensa que não poderão existir grandes descobertas alguém se teletransporta sem recorrer a tecnologia exterior. Assim se descobre que esta é uma capacidade do cérebro humano, e quase todos os seres humanos aprendem a fazê-lo. Descobrem-se, no entanto, algumas limitações para esta capacidade. Gully Foyle é a personagem principal, um homem sem educação e bruto que se vê encurralado numa nave espacial avariada. Quando uma outra nave espacial passa por ele sem o salvar, jura vingança e, contra todas as expectativas, consegue salvar-se.

109 – Revelações – Paul Jenkins e Humberto Ramos – De aspecto gráfico impressionante, centra-se numa teoria da conspiração envolvendo uma morte no Vaticano. Charlie é o detective londrino chamado para investigar a morte do potencial sucessor do Papa: suicídio ou homicídio? Qualquer uma das respostas poderá resultar num escândalo. Inicialmente interessante, a história parece ter sido despachada no final, deixando alguns buracos no enredo.

110 – Portal Fundação – Vários Autores – Este é um conjunto de histórias não comercializado, com número limitado de exemplares que pertence ao Projecto Portal. Com a participação de 17 autores possui contos muito bons e apenas houve, no final, um ou outro que não apreciei tanto. Espero, também, escrever algo mais longo, explorando cada uma das histórias nos próximos tempos.

111 – Finch – Jeff Vandermeer – Comecei este recentemente pelo que ainda não tenho uma ideia completa da história, mas parece-me, no mínimo, divertida.