Destaque da semana – O Ano do Dilúvio

Margaret Atwood tornou-se conhecida no meio da ficção científica por escrever obras que se enquadram totalmente no género… enquanto nega este enquadramento. Para Atwood, a ficção científica pode-se explicar com lulas falantes no espaço, e as suas obras não se podem incluir no género por não possuírem viagens no espaço, teletransporte ou marcianos.  Com lulas ou sem lulas, O Ano do Dilúvio possui uma premissa pós-apocalíptica decorrendo num mundo onde uma praga criada pelo homem exterminou a humanidade, deixando duas sobreviventes. A versão portuguesa vai ser publicada pela Bertrand.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.