Sete Minutos depois da meia-noite – Patrick Ness

IMG_5286

Patrick Ness não é um nome desconhecido no cenário juvenil a nível internacional. A trilogia Chaos Walking venceu inúmeros prémios conceituados e os restantes livros da sua autoria têm mantido a fasquia. É assim de estranhar que este Sete minutos depois da meia-noite (ou A Monster Calls), vencedor da Medalha Carnegie para melhor livro juvenil do Reino Unido, seja o primeiro do autor lançado em português.

Mas passando à frente – tudo é fantástico nesta edição que, à semelhança da inglesa, apresenta belíssimas e escuras imagens em papel lustroso, e ainda vem acompanhada por um poster. Tal qualidade faz-se sentir no peso – apesar de pequeno, é um pesado volume. Mas não é só de aspecto que o livro é pesado.

IMG_5320

A história centra-se em Conor, um rapaz que sobreviveu à separação dos pais e que agora cuida da mãe que enfrenta os duros tratamentos da quimioterapia. Na escola o cenário é o esperado – desde que se soube a doença da mãe que é alvo de tareias por um grupo de rapazes, e afastou-se da sua melhor amiga que terá sido a responsável por espalhar as cusquices da doença.

Cada vez mais revoltado, Conor começa a ser assombrado por um estranho monstro, uma árvore milenar, que chega sempre em hora certa. A cada aparição (e conforme a doença da mãe vai progredindo) Conor demonstra cada vez menos medo do monstro que lhe vai contando estranhas histórias em que nem tudo é linear, e onde a linha que separa o bem do mal é difusa, tal e qual como na vida real.

IMG_5330

Se o rótulo de livro juvenil indica, normalmente, um livro de moralidade simplista e narrativa linear, neste caso tal não acontece. Como os melhores livros juvenis a história é dura como a realidade e não poupa o leitor às dificuldades da doença que a mãe de Conor enfrenta, nem às transformações psicológicas que o próprio Conor sofre.

Apesar de juvenil torna-se, assim, um livro pesado em acções e pensamentos, em que o próprio monstro, no meio de todas estas reviravoltas, começa a ser visto como uma das componentes mais pacíficas da história. Ainda que genial, teria dificuldades em o considerar como uma boa leitura para crianças, e mesmo para jovens dependeria da faixa etária.

3 comments

  1. Amo esse livro de Patrick Ness! Acho que é um livro que nos faz refletir sobre sentimentos humanos muito profundos. Para mim é uma das melhores obras de fantasia que foram escritas. A verdade é uma das minhas preferidas. Eu pouco vi que um filme desta história será lançado na TV. É bom que cada vez mais diretores e atores se aventurem a realizar filmes de fantasia baseados em bons livros. Vi que J.A. Bayona foi o responsável e acho que o seu trabalho é bom, além de que o elenco é de primeira com Lewis MacDougall. Estou ansiosa para vê-lo! Se vocês são amantes do livro este é um filme que não devem deixar de ver.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.