Sintra – Tiago Cruz e Inês Garcia

Quem já passou por Sintra à noite, naquelas estradas interiores, percebe que é um local que inspira respeito. A névoa ergue-se naqueles bosques sem luz nem presença de civilização, um ambiente húmido e escuro que faz surgir os medos mais primitivos. É neste ambiente, onde a orientação se perde e o vapor da respiração se une facilmente à neblina, que decorre Sintra, uma história de horror.

Aproveitando o ambiente carregado de sombras e de barulhos pouco reconhecíveis, Sintra segue um casal que teve a infeliz ideia de acampar neste local. Não chegam a acampar. O acidente de carro que sofrem separa-os e coloca-os a uma boa distância do local inicial de uma forma pouco lógica que serve para fazer crescer os receios iniciais.

Daniel encontra uma jovem que o ajuda e o leva a casa. Na casa, onde apenas vivem mulheres, pede ajuda, mas a cada pedido surge um impedimento diferente, numa estratégia de engodo e distracção.

Já Alice deambula, estranhando o seu afastamento do local do acidente, e procurando Daniel. Atordoada, encontra um velhote que lhe conta uma estranha história de separação familiar.

Sendo Sintra um cenário de terror plausível, esta história aproveita o ambiente para apresentar uma história com elementos de terror tradicionais: a separação espaço-temporal que se afasta da realidade que conhecemos, as belas donzelas que tentam afastar o cavalheiro honrado da sua amada, a transformação em monstros horrendos, autênticos demónios.

Sintra conta uma história de terror! E a componente exclamativa deriva da parte de contar. Sintra não se perde em deambulações filosóficas e apresenta um conto competente, com alguns clichés do género (o problema dos clichés é que funcionam) que consegue criar tensão e escalar o horror para além dos detalhes iniciais.

Sintra foi publicado pela Escorpião Azul.

Um pensamento sobre “Sintra – Tiago Cruz e Inês Garcia

  1. Pingback: Recomendações de Halloween | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.