De linguagem simples, clara e directa, este Contos Populares Russos corresponde a mais uma edição do mesmo conjunto de contos onde se apresentam uma série de histórias populares, algumas com as esperadas lições de moral.

Nestas histórias podemos encontrar Baba Yaga, peixes falantes que concedem desejos, mães que cedem aos desejos de novos amantes e mandam matar as suas crianças ou reis que desejam escapar à palavra prometida impondo tarefas supostamente impossíveis.

Não esperem encontrar, sempre, uma moral reconhecível. O idiota preguiçoso que nada quer fazer pode vir a deparar-se com algum objecto mágico que lhe irá conceder desejos e assim, ultrapassar os trabalhadores honestos numa lógica moral que é mais zombaria do que lição.

Bastante diferentes, encontramos, também, histórias que se assemelham a contos de 1001 noites onde homens pobres vêm a sua honestidade recompensada ou assassinos e ladrões vêm a chegada de uma justiça irónica ao estilo do “olho por olho”.

Este pequeno conjunto de histórias que ocupam, em média, 2-3 páginas, é de leitura acessível e aconselhável, constituindo uma variação interessante aos contos populares mais conhecidos nos países ocidentais.