I.R.$ – Vol.7 – O Ouro de Yamashita / Os Sobreviventes de Nanquim – Vrancken e Desberg

Neste sétimo volume vislumbramos, finalmente, um pouco mais da personalidade do Agente de I.R.$. Se, nas primeiras histórias, Max é uma figura distante que cumpre a sua missão com sagacidade e competência, com a morte de Gloria, a senhora com quem falava diariamente e que, pela sua inacessibilidade, incarnava todas as possibilidades, torna-se uma pessoa com um objectivo que demonstra um pouco da sua personalidade.

Max foi alguém que queria seguir o mundo do cinema – até descobrir a forma como o pai resolvia os seus problemas financeiros. A partir daí dedica-se a investigar a circulação de avultadas somas de dinheiro, cruzando-se com enredos imprevistos e crimes originais.

Aqui, Max procura vingar Glória e persegue o seu assassino pelo Globo, não percebendo que não está a ser tão subtil quanto pensa. Cai, assim, nas mãos de um grupo de asiáticos que pretende descobrir a localização de um grande tesouro, um tesouro perdido há várias décadas.

Este volume marca uma evolução da personagem, torna-a mais humana e tridimensional, afastando-se das primeiras impressões, mais frias e distantes que faziam com que a história só valesse a pena pelas teias criminosas descobertas. Max é, afinal, humano – teve um passado quase normal. Esta exploração da personagem afasta-o do cliché de agente secreto inacessível e inatingível.

A série I.R.$. foi publicada em Portugal pela Asa em parceria com o jornal Público.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s