Jessica Jones – Sem Limites – Bendis, Gaydos e Hollingsworth

Este é o primeiro volume de uma das apostas da G Floy para 2019 – uma nova série de Jessica Jones que começa por nos apresentar a sua saída da cadeia. A razão da prisão desconhecemos, mas percebemos que caiu em desgraça entre os restantes heróis, restando-lhe apenas o seu trabalho enquanto detective privada. Simultaneamente, esconde a filha do pai, Luke – facto que provoca demonstrações violentas por parte deste super-herói e que leva amigos em comum a interferirem nos acontecimentos.

Jessica é, nitidamente uma figura em desgraça – mas fazendo parte dos super heróis, é procurada pelos comuns mortais quando os casos para os quais precisam de soluções especiais ou explicações pouco naturais. É o caso da sua nova cliente, cujo marido diz ser de outra realidade, uma realidade extinta onde a esposa era outra pessoa.

Paralelamente, alguém está a atacar os super heróis mais famosos e tenta incluir Jessica nessa trama, acreditando que a detective se mantém afastada dos restantes super mas que poderá proporcionar oportunidades de vulnerabilidade.

Contando com várias histórias em simultâneo que decorrem em torno da mesma personagem principal, este volume mostra uma personagem complexa que, fazendo o que é correcto, passa por vilã perante várias entidades e assume as fortes consequências de tal perspectiva.

Jessica é uma heroína peculiar – uma heroína que se afasta da luz da ribalta, uma sombra de grande importância que usa sobretudo o poder de dedução, aliado aos conhecimentos peculiares de ser uma heroína (sejam dados sobre os restantes super heróis, sejam elementos sobre as grandes batalhas ou eventos que decorrem em torno da humanidade sem que esta se aperceba.

A aura em torno de Jessica Jones é sombria. Com poucas batalhas épicas, usando sobretudo o raciocínio, Jessica Jones é uma personagem incompreendida pelas restantes que consegue afastar os que se encontram mais próximas. A combinação destes vários factores torna a história uma leitura inteligente e adulta, com algumas leituras mais subtis e uma personagem com profundidade intelectual e dimensão em termos de personalidade.

Jessica Jones foi publicado em Portugal pela G Floy.

4 Comments

  1. Olá Cristina!Recentemente, comecei a ler muito mais quadrinhos, o que é ótimo, mas estou passando rapidamente pelo que tenho nas prateleiras. A maior parte do que eu já preparei: Garth Ennis’ Punisher, Transmet, Invisibles, Preacher, Walking Dead, Sandman, etc. Eu descobri que eu tinha alguns quadrinhos da Guerra Civil, um era uma parte e outro era Guerra Civil – A Confissão. Eu acho que gostaria de ler mais um pouco da Marvel depois de ter lido algumas coisas mais distantes. Eu adoraria algumas recomendações para enredo contínuo histórias da Marvel , quanto maior, melhor. PARABÉNS PELO BLOG.

    1. Depende do que queres 🙂 perceber os clássicos (as personagens mais antigas) ou ir directamente para os novos heróis e as perspectivas mais recentes.
      Para os clássicos recomendo a colecção da Salvat que lançou vários das melhores histórias sobre várias personagens. Muitos têm boas introduções, quer a nível de história, quer a nível de enquadramento histórico do volume.
      Se preferes pegar nas versões mais recentes, é pegar nos da Goody (se ainda estiverem disponíveis – vejo alguns nas bancas, mas não vi, com cuidado, quais) ou nos da G Floy.
      Depende, também das personagens pelas quais sentes curiosidade:
      – o novo deadpool?
      – a Thor?
      – o novo homem aranha, Miles Morales
      – Jessica Jones…
      Interessa-te conhecer as histórias que atingem várias personagens ou aquelas que são mais centradas num super herói e que precisam de pouco enquadramento dos acontecimentos mais gerais?

  2. Eu nasci nos anos 80 e recebi uma boa dose da série de desenhos animados dos anos 90, xmen, ironman, spiderman. Eu sempre quis voltar e ler alguns dos arcos xmen que foram feitos no show da série animada xmen. Então, acho que estou mais interessada nos personagens mais antigos e em alguns dos enredos mais “épicos”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.