O Ano do Oráculo – Charles Soule

Lançado pela TOPSELLER, O Ano do Oráculo é um livro de ficção especulativa ligeiro, com uma narrativa quase ao estilo thriller que entrega uma narrativa movimentada em torno de uma premissa simples mas funcional. É uma leitura de entretenimento que tem como único defeito alongar-se um pouco mais em determinados momentos.

A história

Will Dando é um homem banal, numa existência quase banal. Até ao dia em que acorda com várias profecias na cabeça que, lentamente, se vão concretizando. Depois de comprovar as primeiras profecias, Will informa um amigo conhecedor do mundo dos negócios que o ajuda a montar uma página na internet onde vai divulgando algumas, e gerando contactos para vender outras.

A página da internet é um fenómeno, causando repercussões políticas, económicas e sociais. Tendo escondido a sua identidade, Will Dando é um homem perseguido por diferentes interesses, e acabará a fugir, apesar de todos os milhões que terá acumulado. Para além de tudo isto, as profecias de que teve conhecimento não parecem ter sido fornecidas ao acaso – uma maquinação mundial parece estar em curso!

A narrativa

A história centra-se sobretudo em Will Dando, mas vai alternando com episódios em que apresenta as restantes personagens de uma forma empática e envolvente, demonstrando quais as motivações que as movem. Nesta perspectiva, a narrativa desenvolve-se bem e funciona.

Com o sucesso do site vem um acumular de tensão. Por um lado acumulam-se milhões em contas no estrangeiro, por outro, atiça-se o olho das autoridades, espicaçam-se os pastores religiosos e provocam-se multidões iradas. Estes episódios, onde Will Dando acaba a fugir de perseguições, vão libertando alguma da tensão narrativa e servem para tornar a história mais movimentada e emocionante. No entanto, entre as revelações e o início dos episódios mais movimentados ocorrem alguns episódios sem função narrativa, que fazem com a leitura ande sem rumo durante alguns capítulos.

Conclusão

Apesar de alguns episódios se alongarem sem função narrativa relevante, O Ano do Oráculo é uma leitura agradável e movimentada que cumpre o papel de entretenimento. A premissa (profecias dadas a uma pessoa banal) é usada de forma competente, escalando-a até às máximas consequências, ainda que alguns detalhes pareçam um pouco naive. Sem grandes explicações científicas (apenas algumas teorias) é uma leitura ligeira e agradável que não deverá agradar aos fãs da pura ficção científica, mas que gostam de uma narrativa movimentada com detalhes de thriller.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.