Mais evidências do benefício do vinho

É commumente aceite e referenciado o consumo do vinho para diminuir alguns dos males que afligem a nossa saúde. Há quem refira propriedades anti-oxidantes, mas a verdade é que tanto médicos como alguns cientistas, aconselham a presença deste produto na nossa alimentação.

A relação entre a nossa dieta e a nossa esperança média de vida ou a qualidade desta, continuam a ser amplamente estudados, utilizando várias espécies modelo.

Mas o que este estudo tem de interessante é a influência de uma substância constituinte do vinho, o Resveratrol, do impacto de uma dieta altamente calórica. O artigo foi publicado na Nature, e pode ser lido numa forma menos científica no NYtimes.

Para analisar os efeitos, utilizaram-se vários modelos biológicos conhecidos – ratos, C. elegans, leveduras e até moscas. As conclusões parecem ser concordantes.
Ratos mantidos sob dieta caloricamente rica, aos quais se administrou Resveratrol, demonstraram não só a manutenção de uma melhor forma física e uma maior esperança médica de vida, como uma menor percentagem no desenvolvimento da diabetes.

Another group of mice was fed the identical high-fat diet but with a large daily dose of resveratrol (far larger than a human could get from drinking wine). The resveratrol did not stop them from putting on weight and growing as tubby as the other fat-eating mice. But it averted the high levels of glucose and insulin in the bloodstream, which are warning signs of diabetes, and it kept the mice’s livers at normal size.

Even more striking, the substance sharply extended the mice’s lifetimes. Those fed resveratrol along with the high- fat diet died many months later than the mice on high fat alone, and at the same rate as mice on a standard healthy diet. They had all the pleasures of gluttony but paid none of the price.

São resultados interessantes, que poderão explicar porque na Europa menor percentagem da população desenvolve as doenças da tecnologia sob uma dieta semelhante.

Por enquanto, os cientistas envolvidos no estudo começaram a consumir Resveratrol sob a forma de comprimidos, mas nem a aplicabilidade em humanos nem as consequências de elevada concentração de Resveratrol foram ainda estudadas.

2 comments

  1. Acrisalves, finalmente achei seu cantinho,espero que me visite no meu “ENCANTO”,ficaria muito feliz.
    Quanto aos vinhos, eles têm o seu devido valor em todos os sentidos : Na saúde e no amor… abraços!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.