Bobby

Após a morte de Luther King, é em Kennedy que o povo americano deposita as suas esperanças – o fim da guerra, a melhoria de vida, a integração dos mexicanos e africanos na sociedade.

Tendo como palco o Hotel onde irá decorrer a festa de Kennedy durante a noite das eleições, o filme centra-se nas personagens que assistiram ao atentado, principalmente nos empregados, para nos introduzir no ambiente e no espírito da época – uma rapariga casa-se para salvar o amigo da frente de batalha, as drogas espalham-se entre a juventude e o aparente glamour permanece rodeado de iminente decadência.

São-nos igualmente apresentadas imagens originais do discurso de Kennedy, que se refere não só aos problemas ambientais, mas ao sofrimento do povo e à segregação dos estrangeiros com a fomentação das diferenças que desencadeiam desconfiança, medo e conflitos.

O fim, já se conhece.

Com alguns momentos memoráveis, interpretados por Laurence Fishburne, um chefe de cozinha, e por Anthony Hopkins um velhote ex-porteiro do hotel; as cenas de aspecto clássico podem possuir alguns clichés, mas conseguem-nos fazer sorrir. Pena que a qualidade não se mantenha em todas as cenas.

No final, ficou-me a comparação do discurso de Kennedy com o dos presidentes e politicos americanos actuais, estes últimos tão arrogantes e prepotentes quando comparados com o responsável e visionário do primeiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.