The Best of Michael Moorcock

Michael Moorck é um dos autores mais prolíferos no género do Fantástico, sendo mais conhecido como o criador de Elric (publicado em português pela Saída de Emergência)

Em The Best of Michael Moorck são-nos apresentados alguns dos seus melhores contos, novelas ou noveletas, destacando-se Behold The Man (publicado em português pela Saída de Emergência, com o título Eis o Homem),  Lunching with the Antichrist, My experiences in the Third World War ou London Bone.

A primeira história, A Portait in Ivory, é um conto que tem como personagem principal, Elric. Mas não assistimos a batalhas ou lutas, antes conhecemos a versão reflectiva do príncipe. Numa taberna uma mulher se aproxima com uma misteriosa proposta, onde se propõe a estimular intelectualmente Elric.

Behold the Man, vencedor do prémio Nebula, tinha já lido em português. Uma releitura deu-lhe, no entanto, maior profundidade. Inicialmente escrita como uma novela foi mais tarde expandida e publicada isoladamente. A versão apresentada na colectânea é mais próxima da original. Neste conto um homem que não é psicologicamente saudável, resolve deslocar-se ao passado para testemunhar o aparecimento de Jesus. Os acontecimentos com que se depara não são, no entanto, os que esperava.

Lunching with the Antichrist explora Edwin Begg, um membro da família Von Bek, uma família em torno da qual Moorcock teceu várias histórias. Nesta história um homem conhece o revoltado pastor religioso que se encontra agora afastado da ribalta, vivendo sossegadamente os seus últimos dias. Todas as semanas, Edwin Begg cozinha e assistimos às conversas dos dois homens que exploram diferentes visões da vida.

As várias histórias partilham uma visão melancólica da vida e as personagens principais parecem algo distanciadas dos que os rodeiam. Elric é um guerreiro que se arrepende de muitas das suas acções passadas, Karl Glogauer (Behold the Man) é um homem neurótico que tem um relacionamento amoroso instável, Begg (Lunching with the Antichrist) é um homem idoso que recorda os seus tempos aureos, Victor (My experiences in the Third World War) é um espião em solo ocidental que recorda o seu passado russo.

Como seria de esperar, gostei mais de umas histórias do que outras, ainda que tenha apreciado a colectânea no geral. Achei, no entanto, que alguns contos perderam impacto ao serem intercalados por noveletas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.