Portal Fundação – Vários autores (Parte 1)

Portal fundação é uma das seis revistas de contos de ficção científica, com periodicidade semestral, lançadas pelo Projecto Portal. Com número de exemplares limitado a 200, estas revistas não são comercializadas e reúnem contos de dezassete autores.

Como é habitual nos conjuntos de contos, existem histórias muito boas e outras mais fracas. Esta destacou-se, no entanto, por, na primeira metade, não ter encontrado nenhuma a que tivesse ficado indiferente.

Veja Seu Futuro, de Ataíde Tartari é a primeira história do conjunto, apresentando-nos uma máquina do tempo que nos permitiria, durante escassos minutos, observar o nosso futuro, dando assim a possibilidade de tomarmos decisões que fizessem evitar esse futuro. Uma história engraçada e irónica. Segue-se Cheiro de Predador, de Roberto de Sousa Causo, onde acompanhamos uma assassina contratada que irá utilizar o odor para encontrar o alvo – interessante sem ser cativante, provavelmente funcionaria melhor como trecho de um livro maior.

Em Estranho Progresso Richard Diegues descreve um cenário apocalíptico, num futuro degradado onde não existem humanos, mas restos de humanos, seres modificados, mutados e desfeitos. Com um misterioso e insensível justiceiro, é uma das histórias mais estranhas e arrepiantes.  A Cor da Tempestade de Mustafá Ali Kanso quase poderia ser uma história de racismo actual, mas o visado não é um humano terrestre, pertencendo a uma raça de seres humanos que se desenvolveu num planeta diferente. Desenvolve-se de forma agradável até ao final que pareceu, a meu ver, um corte na história.

Luiz Bras traz-nos Nuvem de Cães-cavalos, uma pequena história onde nada é o que parece. A personagem principal, um homem, desloca-se até  um terraço externo onde encontra uma rapariga que parece disposta a suicidar-se. Mas a rapariga não é afinal uma mera desconhecida e estranhas lembranças parecem acordar.  O desenvolvimento insustentável do ser de Laura Fuents descreve brevemente vários episódios onde se denota uma mudança na sociedade em direcção a uma distopia de normalidade e apatia. Mudam-se os hábitos e tudo perde o brilho e importância.

De Giulia Moon e Roberto Melfra, Animmalia baseia-se numa premissa que já vi utilizada noutras histórias: animais alterados geneticamente para falarem e compreenderem os humanos, que acabam por se transformar no terror dos seus donos. Engraçado e interessante, não pude, no entanto, conter as semelhanças com outra história de João Barreiros, sendo que este última possui ironia e sarcasmo em tal monta que a tornam a única.

Habeas mentem de Ricardo Delfin é uma história de revolta. Face às abominações perpetuadas pelos agentes do Governo há quem se converta e lute para provocar a queda do regime. Carregada de acção e reviravoltas mirabolantes, apesar de ter achado piada à história, achei que precisava de ter sido revista e melhorada em termos de narrativa.

 

Um pensamento sobre “Portal Fundação – Vários autores (Parte 1)

  1. Pingback: Portal Fundação – Vários autores (Parte 2) « Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s