Nightmare Magazine – Novembro de 2015

Nightmare_38_November_2015_533px

Tal como a Lightspeed Magazine, a Nightmare é organizada por John Joseph Adams, conhecido antologista por organizar volumes como Brave New Worlds, The Mad Scientist’s Guide to World Domination, Other Worlds than these, Wastelands ou The end is Nigh e recentemente contratado para iniciar uma nova colecção de ficção científica.

Pretendendo ter um tom mais negro que a Lightspeed, achei-a mais fraca em selecção e conteúdo, apesar de ter boas histórias. A secção de não ficção resume-se a entrevistas e a uma boa galeria de arte, mas falta-lhe uma secção de críticas.

Na secção de ficção encontramos histórias de autores algo conhecidos como Silvia Moreno-Garcia (que a mim me recorda sempre a antologia Fungi), ou Gemma Files (que costuma participar em várias antologias e revistas).

A revista abre com Lacrimosa de Silvia Moreno-Garcia, uma história sobre um homem que deixou há muitos anos o México para procurar uma melhor vida na América do Norte, sem nunca tenha enviado dinheiro para a família.

Tendo cortado contacto há longos anos com a irmã, recorda a terra natal quando se julga seguido por uma velhota, uma sem abrigo que lhe recorda uma mendiga da infância. Com esta lembrança começam os remorsos, sentido de intensidade crescente correspondendo ao medo de sair à rua.

Em Soft de F. Paul Wilson reitera-se a preferência de John Joseph Adams por bons contos apocalípticos. Neste caso trata-se de uma doença que liquidifica os ossos. A lenta progressão faz desaparecer lentamente o suporte do corpo, iniciando-se nos membros.

Judy e o pai são dos poucos que ganharam alguma resistência à doença, que lhes atacou os membros inferiores, mas parou. Com medo de serem usados em experiências, escondem a resistência ganha. Melhor está George que, apesar de deambular entre doentes, não adoece.

Conto negro, revela uma realidade deprimente de contornos arrepiantes, onde as ratazanas se mostram predadores implacáveis e os seres humanos definham em angústia.

Demon in Aisle 6 de Matthew Kressel é também um conto negro e deprimente, mas bastante diferente do anterior, centrando-se num jovem que perdeu recentemente o namorado, vítima psicológica da exposição da sua relação, numa família monoparental onde sofre abusos físicos diários.

A última história, The Emperor’s Old Bones de Gemma Files segue um rapaz, abandonado pela família rica que, ao largá-lo, acha mais fácil fugir do país, apenas para morrerem na tentativa. A ama do rapaz foge pouco depois com tudo o que de valor encontra em casa. Finalmente, encontra uma mulher de negócios duvidosos que o protege. Dentro de alguns limites, claro.

Muitos anos mais tarde, o rapaz torna-se homem, obcecado em ser ele a ditar as regras à mulher mais velha que o terá acompanhado e vendido, tornando esta obsessão no objectivo de todas as suas acções. Para tal prepara um horripilante jantar que angustia só com a descrição.

Apesar do organizador ser o mesmo, a Nightmare Magazine encontra-se muito mais incipiente, tendo, provavelmente, um orçamento menor para constituir cada volume. Assim sendo, encontramos uma secção de ficção menor apesar da qualidade elevada. A secção artística é interessante sem ser excepcional

2 pensamentos sobre “Nightmare Magazine – Novembro de 2015

  1. Pingback: Resumo de Leituras – Novembro de 2015 (2) | Rascunhos

  2. Pingback: Retrospectiva 2015 – Resumo literário | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s