O Livro das Lendas – Selma Lagerlof

IMG_3256

A Saga de Gosta Berling não foi o primeiro livro de Selma Lagerlof que li, mas impressionou-me o suficiente para adquirir e começar logo a ler este, O Livro das Lendas, publicado por cá na Nova Colecção livros do Brasil.

Este volume contém 9 histórias, sendo que a primeira se distingue bastante das restantes por ser um encontro fictício entre a autora e o pai falecido onde lhe expõe, de forma pouco convencional, a boa nova de ter ganho o prémio Nobel.

Os restantes possuem o mesmo tom que se encontra em A Saga de Gosta Berling – enquanto nalgumas personagens a honra vence quase tudo, noutras o bom carácter é esmagado pelas circunstâncias da vida e dá lugar aos vícios e à decadência moral.

A segunda história, A rapariga do Brejo Grande, conta como uma rapariga caída em desgraça, mãe solteira, acaba por sair honrada da situação e ainda mais amada por todos os que a rodeiam. Mas o seu percurso para a felicidade ainda é longo, e a história vai contando as provações que enfrenta com honra e seriedade.

Se em Mina de Prata, um pastor conta ao seu rei como a possibilidade de uma mina arruinou a vida de tantos homens, em O Violinista um homem paga por se julgar o melhor músico de todos os tempos e acaba por se transformar no mais humilde dos homens.

Em Porque durou tanto o Papa a história assume alguns contornos sobrenaturais e segue uma velhota que se apercebe que se o Papa morrer a vida dos filhos e dos vizinhos cai em desgraça. Convencida de que o Papa deverá viver mais tempo, decide arranjar forma de garantir a felicidade de todos.

A Lenda da Rosa do Natal é uma história quase piedosa em que um velho monge decide assistir à milagrosa transformação da floresta no dia do nascimento, aceitando guarita na toca do famoso salteador da povoação.

O livro é pequeno, e as histórias são poucas, mas são contadas com uma mestria única, com um desenvolvimento menos óbvio do que esperamos. Na maioria é possível vislumbrar o mesmo código moral peculiar que encontramos em A Saga de Gosta Berling, onde a honra ocupa o posto mais alto.

3 pensamentos sobre “O Livro das Lendas – Selma Lagerlof

  1. Pingback: Resumo de Leituras – Março de 2016 (2) | Rascunhos

  2. Pingback: Últimas aquisições | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s