Sharaz-De – Sergio Toppi

IMG_5968

Bem-vindos ao inesperadamente estupendo Sharaz-De, um dos volumes publicados recentemente na colecção Novela Gráfica da Levoir, em parceria com o Público, que nos apresenta um recontar original das 1001 Noites. Não que seja inesperado que um dos volumes desta colecção seja excelente (os volumes desta colecção possuem uma  qualidade superior à média, representando o melhor de várias vertentes desta arte) mas porque quando oiço falar de 1001 Noites recordo, por exemplo, Ali Babá, contos que, tendo algo de exótico já sofreram 1001 reinterpretações.

IMG_6037

Foi com esta ideia mofenta que iniciei a leitura do volume, esperando uma versão ilustrada dos contos de que até gosto, mas que já foram demasiado esmiuçados. Mas em Sharaz-De a narrativa vai muito para além do que são as mais conhecidas histórias das 1001 Noites, apresentando uma moralidade exótica onde a honra tem um papel importante, mas a violência é distribuída com leviandade pelos soberanos e a magia tem um papel importante na redistribuição do equilíbrio.

A estrutura através das quais se apresentam é a clássica das 1001 Noites, com o contar de uma história por noite mas são, sobretudo, histórias onde o poder de um só homem distribui mais desgraças que felicidades, transformando-se numa vida oca e até raivosa, histórias paralelas, e até simbólicas da situação em que se encontra a própria Sharaz-De.

IMG_6042

Para além das próprias histórias, e da forma como são contadas, são as páginas, principalmente as que se encontram a preto e branco, que deslumbram – figuras que se desvanecem em sombras várias, imagens intrincadas, representativas, de diversas texturas em construções belíssimas que expressam tanto quanto as palavras que as acompanham.

Através destas imagens encontramos um mundo de sonhos perigosos, de magia esfumada em sugestões e até raridades sobrenaturais – elementos que serão usados para desenvolver histórias centradas em arrogância e prepotência onde se destaca o exótico dos cenários, o simbolismo dos diálogos e o intrincado das gravuras.

IMG_6028

Transmitindo o fascínio pelos sonhos exóticos, Sharaz-De transformou-se rapidamente num dos meus volumes preferidos da colecção Novela Gráfica (publicada pela Levoir em parceria com o Público e que já tem alguns novos volumes previstos para 2016).

5 pensamentos sobre “Sharaz-De – Sergio Toppi

  1. Pingback: Sharaz-De – Sergio Toppi | F_C | Scoop.it

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Junho de 2016 | Rascunhos

  3. Pingback: Retrospectiva 2016 – Banda Desenhada | Rascunhos

  4. Pingback: Dica cultural: nos mundos da gravura | Sindimed

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s