A Farmer in the Sky – Robert A. Heinlein

O mesmo autor de Stranger in a strange land e The Moon is a Harsh Mistress também precisava de pagar as contas, e este livro é um exemplo disso. Pago para escrever ficção científica mais dinâmica e juvenil, Farmer in the sky apresenta algumas incoerências científicas que visam apresentar uma determinada estratégia de colonização que há-de servir de base para as dificuldades que buscam um paralelismo com colonizações terrestres de novos territórios.

Quando a mãe morre, a relação entre Bill, um jovem rapaz e o pai, aprofunda-se. Talvez por isso não esperava que este voltasse a casar, decidindo mudar-se para Ganimedes para ajudar a formar a nova colónia humana. Depois de um pequeno período de resistência, Bill consegue convencer o pai a ir também, deixando os estudos e tendo como única perspectiva a criação de terreno agrícola e de uma pequena quinta.

Nesta lua de Júpiter encontra-se um escudo que permite manter a atmosfera viável a uma nova colónia. O espaço das naves é escasso. Cada colonizador tem uma carga bastante reduzida que pode levar consigo e é à custa de emagrecer que Bill consegue levar o uniforme de escoteiro.

Depois de uma viagem em que são transportados como gado, o que encontram no destino não é o que lhes foi prometido. Por forma a se manterem não podem dedicar-se todos à criação da quinta, e o pai é obrigado a aceitar um emprego metalúrgico deixando Bill sozinho na tarefa de estabelecer os primeiros campos de cultivo.

Cover of “Farmer in the Sky” by Robert A. Heinlein.
Del Rey Books, first edition, ninth printing, December 1982. ISBN 0-345-30202-8

Como seria de esperar a história é demasiado centrada numa única personagem, jovem, conferindo-lhe excessivo envolvimento em acontecimentos importantes onde desempenha um importante papel. Ainda assim consegue dosear a apresentação das suas capacidades, colocando-o como herói secundário nalgumas intervenções.

Farmer in the sky não é um livro excelente mas é uma história com boa dinâmica que intercala momentos explicativos com momentos de acção, não se coibindo de apresentar os momentos pausados e quase aborrecidos da viagem interplanetária.

Um pensamento sobre “A Farmer in the Sky – Robert A. Heinlein

  1. Pingback: Resumo de leituras – Junho de 2017 (3) | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s