Resumo de leituras – Julho de 2017 (1)

81 – War for the Oaks – Emma Bull – Um dos primeiros livros de fantasia urbana que traz, para o cenário de uma cidade, as guerras e as influências das fadas (e das criaturas que pertencem a esse mundo) não é, em comparação com outros mais recentes, excelente. Percebemos o clima de tensão romântica que se vai acumulando, numa fórmula que é, hoje em dia, comum mas consegue ter elementos interessantes na forma como explora as componentes sobrenaturais;

82 – Wintersmith – Terry Pratchett – Livro de vertente mais juvenil, Wintersmith pertence ao mundo fantástico de Discworld e retoma a temática das bruxas, centrando-se numa jovem que, como todos os jovens, comete acções irreflectidas. No caso, sendo uma bruxa, estas acções têm consequências muito mais pesadas. Com as habituais tiradas divertidas de pequenos toques irónicos, é uma leitura engraçada;

83 – Cidades – Vários – Esta colectânea de histórias de banda desenhada reúne o trabalho de vários artistas do The Lisbon Studio, apresentando, de uma forma geral, um bom trabalho gráfico aliado a uma boa narrativa. Com uma boa diversidade de estilos esperemos que seja apenas o primeiro volume de muitos desta cooperação;

84 – A Morte é uma Serial Killer – Valentina Silva Ferreira – Não sabia o que esperar e ainda bem. O que encontrei foi uma boa narrativa com uma excelente capacidade para apresentar diálogos (o que é raro nos escritores portugueses) numa história em mosaico que apresenta o surgir de monstros humanos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s