Tempos Amargos – Étienne Schréder

Em Tempos Amargos o autor apresenta os seus piores momentos de degradação originados pelo vício do vinho. Sem conseguir terminar os estudos pretendidos, pai demasiado cedo e trabalhando numa prisão, Étienne Schréder afunda-se cada vez mais na bebedeira como possibilidade de fuga da vida que leva.

O desemprego resultante do vinho é um destino que não surpreende mas que o leva a transpor a porta para o anonimato dos sem-abrigo. O pouco bom aspecto que ainda tem degrada-se rapidamente com as novas companhias, outros alcoólicos que há muito deixaram outras vidas, vivendo de pequenos crimes e truques.

As novas companhias levam-no para França onde deambula com os restantes durante largos anos. Os períodos de embriaguez são alternados por pequenas tentativas (forçadas) de recuperação em clínicas e pequenos períodos de prisão. Apesar de parecer não ter grande papel activo na maioria das tramas, as companhias não são as melhores, algumas passageiras, outras vão-se mantendo.

Estes são os momentos baixos da vida de Schréder que viria, mais tarde, a frequentar um curso de desenho, e assim se tornar um dos mais conhecidos autores de banda desenhada.

Tempos Amargos foi publicado pela Levoir em parceria com o jornal Público na colecção Novela Gráfica.

Um pensamento sobre “Tempos Amargos – Étienne Schréder

  1. Pingback: Resumo de leituras – Outubro de 2017 (4) | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s