Monstress vol.2 – Marjorie Liu e Sana Takeda

O primeiro volume tinha-nos apresentado um mundo onde vinga uma espécie de racismo para com os seres que cruzam características humanas com as de outros animais. Está, assim, em curso, um extermínio que tem, por base, (como não podia deixar de ser) o medo.

É neste contexto que Maika (uma rapariga com características de lobo que alberga um antigo Deus no seu corpo) procura uma ilha onde a mãe terá estado e que será decisiva para descobrir um pouco mais sobre os seus poderes e a sua história familiar.

Mas não será uma viagem fácil. A ilha está assombrada por uma mitologia poderosa que leva a tripulação do barco onde viaja ao nervosismo e à revolta. Alguns elementos entram em confronto directo e Maika terá de proteger os dois elementos que viajam com ela – uma pequena menina-raposa e um gato falante que pertencerá à espécie responsável por manter o arquivo histórico.

Quando finalmente avistam a ilha, Maika terá novas provas para superar – aplicar astúcia com o poderoso barqueiro que guarda a ilha, encontrar quem pretende numa cidade de ilusão, e saber distinguir entre as verdades e as falsidades que lhe contam. No meio de todos estes elementos há-de descobrir um pouco mais sobre a mãe e sobre as suas origens.

Não se deixem enganar pelo aspecto fofo das personagens. O ambiente é pesado, carregado pelas perdas familiares e a dureza da sobrevivência a custo de mortes, um fardo que Maika carrega tentando afastar-se de tudo e todos. O poder que a transforma é também o poder que a consome, algo que terá de aprender a dominar se quiser sobreviver.

Contendo elementos ficcionais diversos, com uma forte mitologia, suportada pelos relatos históricos dos gatos que enquadram a sociedade actual, Monstress é uma série visualmente avassaladora na forma como sobrepõe o monstruoso (presente sobre a forma de monstros e planos maquiavélicos) à inocência das personagens (que se assemelham a crianças, valentes e leais).

Este segundo volume acaba por ser mais focado na acção presente de Maika, alargando-se para o seu passado apenas para pequenos detalhes necessários à história. São, também, menos as páginas dedicadas à história daquela sociedade. Depois do primeiro volume, este dedica-se mais à acção, ainda que se permita algum espaço à introspecção.

A série é da Image e, em Portugal, está a ser publicada pela Saída de Emergência, estando já programado o lançamento do segundo volume pela editora portuguesa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s