Alguns lançamentos nacionais para o ano de 2018 – parte 1

Algumas editoras começaram já a indicar o que podemos esperar em 2018 – e tenho a dizer que não há carteira que resista!

Editorial Divergência

Nuno Ferreira publica agora a sua trilogia fantástica pela Editorial Divergência o que será uma boa oportunidade para quem, como eu, se recusa a ler obras publicadas em vanities. Esta nova edição está prevista para Abril de 2018 e promete ser um grande lançamento no fantástica português.

A editora indica também a publicação de livros de contos por António de Macedo e de João Barreiros, em que cada uma das colectâneas terá contos inéditos! A colectânea de António de Macedo está prevista para Maio de 2018 e a de João Barreiros para Setembro de 2018.

As novidades não se ficam por aqui, com Avatar de Frederico Duarte para Outubro de 2018 e com várias antologias: Steampunk para Julho (com participação de autores de várias nacionalidades), O resto é paisagem (fantasia rural) para Novembro, Na Imensidão do Universo (Space Opera) para Dezembro.

Parece um extenso programa? A Editorial Divergência tem, ainda, em curso um concurso de contos de ficção especulativa (em parceria com a Imaginauta e o Sci-fi LX) bem como a primeira edição do Prémio António de Macedo.

Imaginauta

Está a decorrer o período de submissões para Amanhãs que cantam, uma antologia distópica organizada em parceria com a Associação Épica. Para além deste projecto em curso a Imaginauta já anunciou o lançamento de Crazy Equóides de João Barreiros e de Comandante Serralves: Expansão.

Saída de Emergência

A editora já anunciou o plano para o primeiro Semestre do ano e deste plano destaco o que mais interessou (ou que já li e aconselho):

Estou a seguir a série em inglês apenas porque já tinha começado a ler antes de ter sido publicada por cá – trata-se de um grande lançamento. Monstress é, na minha opinião uma das melhores séries actuais da Image, com um traço exótico e uma história apoiada por uma boa mitologia. Neste segundo volume, Maika, a personagem principal descobre algo mais sobre a mãe, revelações que são tanto perigosas como fascinantes. A série foi nomeada para vários prémios Eisner e venceu um prémio Hugo.

Opinião ao segundo volume de Monstress.

Quem teme a morte, ou Who Fears Death (no original) apresenta um mundo inóspito carregado de violência, um mundo pós-apocalíptico onde restam alguns pedaços de tecnologia funcional marcado pelo ódio entre dois povos. A história decorre em África contendo alguns elementos culturais relativos à região e centrando-se numa jovem personagem que se revela muito poderosa.

A história possui algumas reviravoltas fortes, mas um dos motivos para ter sido tão aclamada foi não se centrar no típico herói, homem caucasiano, utilizando o diferente contexto cultural para trazer uma história poderosa e carregada de elementos originais.

Quem teme a morte venceu um prémio World Fantasy Award, bem como um Carl Brando Kindred Award e encontra-se em adaptação para série televisiva pela HBO com George R. R. Martin como produtor executivo.

Opinião a Who Fears Death.

Este ainda não li mas, infelizmente, já tinha encomendado a versão inglesa. O Poder (ou The Power). Foi difícil seguir qualquer jornal ou blogue de opinião anglo-saxónica e não perceber a importância deste lançamento. Vencedor do prémio Baileys Women’s Prixe for Fiction, e em adaptação para série televisiva, trata-se de uma história distópica onde as mulheres ganham a capacidade de descarregar choques eléctricos pelos dedos, tornando o género feminino no género dominante.

Fahrenheit 451 é uma das distopias mais conhecidas e marcantes da ficção científica que decorre num futuro onde os bombeiros, ao contrário de apagarem fogos, queimam livros, como forma de censura. Tão grave quanto a queima de livros é o geral desinteresse nos livros, um dos focos principais do livro. Mais tarde o próprio autor iria falar da premissa como estando relacionada com o desinteresse pelos livros que a comunicação instiga. Vencedor de inúmeros prémios, e adaptado para diversos formatos (programa de rádio, filme, teatro, jogo de computador) é uma das obras mais relevantes de Ray Bradbury.

Guerra Americana é o primeiro livro de Omar El Akkad, um autor egípcio que, antes de escrever este seu primeiro livro, se formou como informático e trabalhou como jornalista na guerra do Afeganistão, Guantanamo (acompanhando os processos judiciais), Primavera Árabe no Egipto, ou nos Estados Unidos no seguimento de Black Live Matter.

Esta componente do currículo torna-se importante para perceber o relacionamento com este primeiro livro que retrata um futuro onde, no seguimento de fortes alterações climáticas, eclode uma Guerra (2074) que dá origem a profundas separações no país. A história é apresentada após esta guerra e consequentes separações, intercalando a narrativa centrada numa personagem com documentos que terão sido encontrados posteriormente.

A história tem sido muito bem aclamada pelos críticos e parece-me bastante interessante, tanto pelo tema, como pelo trabalho anterior do autor.

A opinião sobre Um Estranho numa terra estranha não é unânime entre os fãs de ficção científica. Há quem o refira como um clássico importante no género, há quem lhe tenha um profundo asco. Se a obra de Robert E. Heinlein consegue ser controversa, diria que este está no topo da dualidade, apresentando um ser humano que foi criado em Marte, entre marcianos.

Educado numa sociedade com valores bastante diferentes, onde a partilha de água é um gesto importante, este homem revolucionará o estar religioso e social dos seus seguidores, numa espécie de Messias futuro de onde se podem estabelecer paralelismos interessantes.

No mesmo mês em que é lançada a adaptação cinematográfica do primeiro volume, é lançado o terceiro volume em português. Trata-se de uma trilogia de ficção científica ecológica por Jeff Vandermeer, conceituado no género tanto pela actividade como escritor, como editor. Ainda não li este volume, mas diz-se que, após um segundo volume mais pausado este volta à acção, com uma grande revelação final.

Editorial Presença

A editora ainda não anunciou grandes novidades, mas está a lançar um dos livros de fantasia que mais interesse me despertou recentemente – trata-se de mais um livro que decorre na fabulosa trilogia de Mundos paralelos, uma trilogia destinada a um público mais juvenil mas que consegue não ser condescendente e conter alguns elementos de ficção científica entrelaçados.

Alguns anos após a leitura da trilogia ainda continuo a pensar nela como sendo das melhores no seu género e uma leitura altamente recomendável. De realçar que, com este lançamento a editora re-lançou a trilogia original, que já escasseava nas bancas.

Malcolm Polstead tem onze anos. Os pais gerem A Truta, uma estalagem muito frequentada nas margens do rio Tamisa, perto de Oxford. Malcolm é muito atento a tudo o que o rodeia, mas sem chamar a atenção dos outros. Talvez por isso, fosse inevitável vir a tornar-se num espião. É na estalagem que ele, juntamente com o seu génio Asta, descobre uma intrigante mensagem secreta sobre uma substância perigosa chamada Pó. Quando o espião, a quem a mensagem era dirigida, lhe pede que preste redobrada atenção ao que por ali se passa, o rapaz começa a ver suspeitos em todo o lado: o explorador Lorde Asriel; os agentes do Magisterium; Coram, o cigano; a bela mulher cujo génio é um macaco malicioso… Todos querem descobrir o paradeiro de Lyra, uma menina, ainda bebé, que parece atrair toda a gente como se fosse um íman. Malcolm está disposto a enfrentar todos os perigos para a encontrar…

Opinião ao segundo volume – A torre dos anjos

Opinião ao terceiro volume – O telescópio de âmbar

Um pensamento sobre “Alguns lançamentos nacionais para o ano de 2018 – parte 1

  1. Pingback: Alguns lançamentos nacionais para o ano de 2018 – parte 2 | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.