Valerian Vol. 11 – A Ordem das Pedras / O Abretempo – Christin, Mézières

O último volume das aventuras de Valerian e Laureline (existe um 12º volume mas não se trata propriamente de uma aventura) começa com os nossos heróis em busca da sua versão da Terra, a versão que detém a agência espáço-temporal à qual estavam ligados.

Esta busca leva-os a participar numa expedição ao grande nada numa nave comandada por uma valentosa comandante. A bordo encontramos um Corto Maltese aventureiro (perdão, um outro Maltese, mais alienígena) e uma série de figuras caricatas que passam a vida a explorar.

É nesta exploração que Valerian e Laureline descobrem uma ameaça para todo o Universo e depois de alguns contratempos consegue juntar forças por todos os mundos que visitaram contra uma espécie invasora de esmagadoras proporções.

Aproveitando as circunstancias da narrativa oscilam-se estilos gráficos, algo que já vinha a acontecer em álbuns anteriores, mas que aqui se fortalece. Mais denso em coloração, algumas destas páginas noutro estilo recordam, por vezes, Bilal.

E assim terminam as aventuras de Laureline e Valerian nesta realidade (e apenas nesta realidade) com uma história imensa que aproveita quase todas as personagens com que se cruzaram ao longo dos volumes anteriores. A ameaça para o Universo que conhecem é grande, e perante uma ameaça comum unem-se esforços para lutar contra a invasão.

Começando com aventuras menos sólidas e estrutura mais clássica (uma aventura com um vilão concreto que Valerian e Laureline enfrentam), a série prossegue apresentando uma dinâmica de espaço e de tempo que permite afastar-se dessa estrutura e explorar as possibilidades da tecnologia que possui.

Criando progressivamente os elementos necessários para tornar a realidade caricata, mas não demasiado estranha, a série evolui mantendo a consistência das duas personagens. Valerian é um aventureiro, um homem de acção habituado a seguir ordens que, com a separação da sua Terra original, se habitua a agir por si só, e Laureline apresenta-se rebelde desde o primeiro momento, seguindo ordens mas contornando-as sempre que necessário para que possa agir de acordo com o seu código de honra.

É, tanto pelas personagens, como pelo seu desenvolvimento e pelo mundo que os autores constroem, que esta série se torna uma das minhas séries de banda desenhada favoritas no género da ficção científica.

A série Valerian foi publicada em Portugal pela Asa.

2 pensamentos sobre “Valerian Vol. 11 – A Ordem das Pedras / O Abretempo – Christin, Mézières

  1. Pingback: Retrospectiva 2017 – O Rascunhos em Banda desenhada | Rascunhos

  2. Pingback: Corto Maltese: Sob o signo do capricórnio – Hugo Pratt | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s