O Círculo de Júpiter – Millar, Torres e Gianfelice

Já tinhamos percebido em O Legado de Júpiter, que o antigo grupo de super heróis tem um passado forte. Esta percepção é confirmada com O Círculo de Júpiter que nos apresenta os heróis no pico da sua juventude, nos anos 50. Mais do que lutas intergalácticas contra vilões, estes anos encontram-se carregados de conflitos pessoais e amorosos que irão marcar os heróis e as suas famílias durante décadas.

Blue Bolt é um dos super heróis com um grande segredo – é homossexual. Se tal, nos dias de hoje, é normal em figuras públicas, nos anos 50, no Estados Unidos da América, existia uma perseguição dura acompanhada de enxovalhamento público – algo a que, tanto o seu papel de médico, como a sua família, dificilmente ultrapassariam.

Segue-se Flare, um homem de família que deixa a esposa em casa a cuidar das crianças, enquanto arranja uma amante jovem e atlética que o tentará acompanhar nas aventuras heróicas. O romance leva-o a deixar a esposa, algo que terá consequências no relacionamento com os filhos.

Entre traições, triângulos amorosos, uso indevido de poderes e segredos, os super-heróis são apenas humanos com capacidades extraordinárias. Mas da mesma forma que possuem estas capacidades e as podem usar para derrotar vilões, também podem fazer com que percam a cabeça e desgracem a sua vida pessoal.

Por um lado, o relacionamento com humanos normais é uma desgraça. Os super poderes elevam-nos à categoria de estrelas, a um género de perfeição inigualável que pode contaminar, lentamente, o relacionamento. Ou podem levar a que se percam em vícios e comportamentos perigosos, como forma de aliviar o stress acumulado nas missões heróicas.

Prequela de O Legado de Júpiter, este volume duplo ajudará a perceber a dinâmica entre os super-heróis, dinâmica essa que também terá influência na geração seguinte. Em termos visuais, dado decorrer algumas décadas antes de O Legado de Júpiter, os desenhos de O Círculo de Júpiter possuem um visual mais antiquado, principalmente nas primeiras páginas.

O volume duplo de O Círculo de Júpiter foi lançado em Portugal pela G Floy.

Posted In

, ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.