All You need is Kill – Hiroshi Sakurazaka, Nick Mamatas e Lee Ferguson

All you need is kill é um romance publicado no mercado anglosaxónico pela Haikasoru, uma chancela da VIZ MEDIA dedicada a publicar ficção especulativa japonesa. 10 anos depois da leitura do livro, eis que apanho a adaptação para banda desenhada (atenção que parece que existe uma outra adaptação para Manga). O visual não é formidável. A adaptação também não. Mas é legível e apresenta o conceito de forma muito simplista.

O conceito de viver um mesmo dia, vezes sem conta, já foi explorado em várias narrativas, quer na literatura, quer no cinema. Aqui, este loop resulta de um poder alienígena que aprisiona soldados num ciclo eterno. O objectivo desse ciclo será a optimização o tempo de aprendizagem das estratégias dos humanos – mas alguns, em paralelo, também se tornam, eles próprios, guerreiros mais capazes.

Keiji, a personagem principal, morreu no campo de batalha para acordar num destes loops. Tenta a morte de diversas formas. Tenta sobreviver. Tenta interagir com todos os que o rodeiam e aprender com eles. Mas parece que, seja de que forma for, continua num círculo temporal sem fim. Mas existe um ponto de viragem – e a partir daí, o soldado começa a utilizar este loop para optimizar as suas capacidades.

O formato não tem o espaço narrativo do livro. Claro. Mas peca por uma abordagem simplista e impessoal, que não consegue causar empatia no leitor. A interacção entre as personagens não é o suficiente para explicar a forma como desenvolvem relacionamentos, o que causa um afastamento para com a narrativa.

Em termos visuais, esta banda desenhada não é das melhores. As expressão são, por vezes, estranhas. As posições corporais também. O desenho é, na sua maioria, pouco detalhado, de enquadramento básico e com pouca textura. As cores vivas contrastam com os fundos escuros, numa combinação nem sempre agradável.

O resultado é legível e compreensível, mas bastante menos interessante e envolvente que a leitura original. É, em suma, daquelas leituras que pouco me marcaram, nem pela negativa, nem pela positiva.

3 comments

  1. O mangá é muito bom.

    A manga adaptation, written by Ryōsuke Takeuchi and illustrated by Takeshi Obata , was serialized in Shueisha’s *Weekly Young Jump * magazine between January and May 2014 and was also published by Viz Media in its *Weekly Shonen Jump * magazine.[3] [4] [5] In November 2014, the Viz translation was released in a collected edition that included the entire series.

    Está editado cá pela Devir em dois volumes (de formato mangá normal). https://editoradevir.pt/categoria-bd/manga/all-you-need-is-kill/

Deixe uma Resposta para josefreitas Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.