Ana dos Cabelos Ruivos – Mariah Marsden e Brenna Thummler

Ana dos Cabelos Ruivos (Anne of Green Gables, no original) foi das minhas séries infantis favoritas. Ana era uma rapariga alegre e disparatada que estava sempre em apuros ou situações constrangedoras. Recentemente, foi publicada, em Portugal pela Fábula, a adaptação para banda desenhada.

A história

Dois irmãos vivem sozinhos numa quinta. Com a idade começam a precisar de ajuda na maioria das tarefas e, nesse sentido, decidem adoptar um órfão que lhes possa dar assistência. Mas Marília e Mateus são surpreendidos quando, ao invés de um orfão, recebem uma orfã, Ana. Inicialmente estão decididos a trocá-la por um rapaz, mas Ana rapidamente os cativa a acabam por ficar com ela.

Os pais de Ana faleceram. Depois desse evento terá estado numa casa com várias crianças que ajudou a criar e agora é acolhida pelos irmãos Marília e Mateus. Ana é uma excelente aluna (uma das melhores da escola) mas extremamente despistada e de coração na boca, dizendo exactamente o que pensa, mas cometendo gaffes que, numa pequena comunidade, podem ter consequências.

Crítica

Esta adaptação a banda desenhada é muito bem sucedida. Sem grandes descrições, usando o poder dos desenhos para demonstrar a progressão da história e caracterizar visualmente as personagens, consegue transmitir o mesmo espírito da série infantil. O ritmo é bom e a história cativa os momentos essenciais da narrativa.

O desenho não é excepcional. Um pouco tosco, sobretudo nas expressões e posturas, apesar de expressivo. Excepto quando existe um foco na paisagem, o fundo dos quadrados apresenta o mínimo de texturas. Mesmo quando o foco esta nas personagens, estas apresentam poucos detalhes e pouco realismo. Ainda assim, o desenho consegue ser expressivo e transmitir a emoção das personagens.

Conclusão

Esta adaptação a Ana dos Cabelos Ruivos consegue a proeza de, não sendo visualmente excelente, passar o ambiente e a caracterização apropriados. A adaptação do texto é boa e é, sem dúvida uma boa opçãp para quem não conhece a história.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.