Resumo de leituras – Dezembro de 2021 (5)

235 – Farol da Esperança – Antologia Hopepunk – Antologia de ficção especulativa portuguesa que tem, como premissa, a esperança. As histórias, de vários autores, vão pegando nos vários géneros da ficção científica, para tecer cenários que acabam em esperança. A maioria das histórias são boas, com twists interessantes;

236 – Sapiens Imperium – Este volume foi lançado durante o Amadora BD, com a presença do desenhador, que é português. A história tem elementos típicos de Space Opera, com grandes Impérios a oprimirem algumas parcelas. Neste caso, a história segue alguns humanos que se viram obrigados a viver nas entranhas de um planeta. Futurista, opõe as condições dos poderosos com a pobreza de outros. Tem alguns clichés e alguns elementos já vistos, ainda que seja, no seu total, uma leitura movimentada e capaz;

237 – Comissário Ricciardi – Novo lançamento na colecção Aleph da editora A Seita que nos traz um investigador criminal capaz de ver os fantasmas dos que morreram em circunstâncias violentas. É uma leitura que realça o pior da espécie humana, o que à existência sombria do investigador. Menos mirabolante e cómico que Dylan Dog, é uma boa leitura;

238 – Tu és a mulher da minha vida, ela a mulher dos meus sonhos – Vencedor de alguns prémios, este volume é uma história actual de encontros e desencontros amorosos. Neste caso, a personagem principal, um autor que está a desenvolver uma narrativa de banda desenhada, encontra-se num relacionamento tempestuoso (e até abusivo). A namorada, artista, é demasiado egocêntrica e a vida de ambos é caracterizada mais por desencontros , do que encontros. Pelo menos do ponto de vista emocional;

239 – Jolly Jumper Já não responde – Nova homenagem a Lucky Luke! Neste caso, pega-se nalguns pontos rotinados das histórias originais para os subverter. É uma leitura bem disposta com um visual que poderá não agradar aos fãs do original. Eu gostei, apesar de não ser o meu favorito desta colecção;

240 – Macho-Alfa – Uma genial perversão dos super heróis! Não é a primeira (rapidamente me recordo de outras publicadas por autores internacionais) mas esta consegue subverter usando elementos actuais, típicos do confronto de gerações. Um grande lançamento nacional, com um tipo de humor muito peculiar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.