Rome West – Justin Giampaoli, Brian Wood e Andrea Mutti

E se a América tivesse sido colonizada por Romanos? Esta premissa, relativamente simples, é explorada em Rome West! Um conceito curioso que me levou a adquirir e a ler este livro.

A história

Um milénio antes dos Descobrimentos, as terras americanas são colonizadas por romanos sobreviventes de um naufrágio. Sem meios para retornarem às suas terras de origem, o conjunto de homens vê-se obrigado a estabelecer a paz, trocando invenções com os nativos. Anos mais tarde, as duas culturas estão fundidas e quando os ibéricos chegam à América encontram uma civilização faladora de Latim.

A história vai prosseguindo, mostrando a evolução desta nação ao longo dos séculos e como as diferentes culturas se relacionam do ponto de vista político e cultural. O surgir desta civilização romana na América origina grandes diferenças na história da Humanidade.

Crítica

A premissa é interessante e sei que já foi explorada noutros livros. Neste caso, a narrativa salta temporalmente em cada episódio, mostrando novas personagens e as consequências da divergência em cada século. Esta abordagem permite o exercício da história alternativa (E Se…) mas não permite criar grande empatia com a maioria das personagens.

Desta forma, julgo que teria sido muito mais interessante, criar uma série que poderia explorar, na totalidade, cada um dos episódios estendendo-o ao tamanho de um volume. Assim se criaria maior envolvência com a progressão.

Sem esta componente (a envolvência com o leitor) Rome West é uma narrativa de história alternativa que explora bem as hipóteses, mas que acaba por não se destacar do ponto de vista emotivo e corre o risco de se tornar esquecível.

Conclusão

Rome West é uma leitura engraçada qua parte de uma boa premissa e até a explora bem nas possibilidades que desenvolve, mas que falha em criar envolvência com o leitor. Acaba por se focar mais nos episódios históricos desta realidade alternativa, do que nas personagens, ainda que o tente fazer na personagem final. Tardiamente, a meu ver.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.