Esta é daquelas obras que não esperava ver traduzida e publicada em Portugal. O autor, australiano, premiado com o World Fantasy Award para melhor artista, tem publicado diversos livros de imagens e graphic novels que se enquadram no fantástico, no horror e na ficção científica.

Em Contos dos Subúrbios são apresentadas quinze histórias curtas, na sua maioria fantásticas, contadas de forma inocente quase infantil.  Cada uma apresenta um acontecimento surreal:  bois que tudo sabem, mundos dentro de casas, animais por geração espontânea ou estrangeiros diminutos que vivem na despensa.

 

Algumas histórias são compostas quase exclusivamente por imagens, noutras as imagens apenas acompanham. As ilustrações, extraordinárias e deliciosas, vão apresentando estilos distintos, onde as cores e as imagens transmitem tons diferentes conforme as histórias, variando entre o alegre, o curioso e o alarmante.

Numa edição de qualidade impecável pela Contraponto, Contos dos Subúrbios surpreende pela positiva com pequenos contos excelentes, pecando nalguns pela excessiva simplicidade e no conjunto pela brevidade.