thousand pieces of you

1 – A Thousand Pieces of You – Claudia Gray – livro bastante aclamado de ficção científica, mistura também um pouco de romance juvenil. A premissa é simples – dois cientistas inventam um mecanismo que permite viajar entre realidades paralelas, ocupando-se o corpo da versão da própria pessoa. Um dos cientistas é morto, e a filha decide perseguir o homicida pelos vários mundos. Enquanto algumas aventuras são interessantes e até, brilhantes, noutras partes torna-se irritante pela descrição de sentimentos hormonalmente afectados.

drowned cities

2 – The Drowned Cities – Paolo Bacigalupi – história juvenil que decorre no mesmo Universo que Ship Breaker. Tal como outros livros do autor, refere-se a um mundo onde o aquecimento global provocou grandes alterações climáticas e geográficas que resultaram em declínio de civilizações. Em contrapartida a engenharia genética está no auge e criam-se seres cruzando o ADN de vários animais. No caso, um homem-cão construído para a guerra solta-se numa região caracterizada por aldeias pobres e saqueamentos de milícias opostas. Apesar de juvenil é engraçado e inteligente, ainda que menos brilhante que The Windup Girl.

o baile

3 – O Baile – Joana Afonso e Nuno Duarte – pequena banda desenhada que retrata um conto de horror passado no Portugal interior no tempo da ditadura. Negro, irónico – uma boa sátira que terá direito a entrada própria.

alarcon

4 – O Amigo da Morte – Pedro António de Alarcon – Um dos livros da colecção de Jorge Luís Borges, contem duas histórias excelentes, O Amigo da Morte e A Mulher Alta. O primeiro, mais longo, conta a história de um rapaz a quem todos os que o protegem vão morrendo, e termina na rua, sem tecto, pronto a terminar com a própria vida, quando é interrompido pela morte. No segundo conto de horror um jovem é perseguido por uma mulher durante a noite, apercebendo-se que, sempre que a vê, alguém querido falece.