The memory of Peace – Kate Elliott (The Very Best of)

best of kate elliott

Nesta pequena história duas cidades estão em guerra sem que consigam delinear exactamente o porquê. O que sabem é que a cidade adversária é implacável, não só com os moradores deste lado, mas também com todos os que apanharem na sua zona que tenham origem mista.

O conto inicia-se com uma rapariga que, procurando algo útil entre os destroços e zonas abandonadas, descobre um belo baralho de cartas num boticário estranhamente intacto. A contragosto a família deixa-a manter o objecto encontrado.

Este pequeno episódio inicial faz-nos perceber que todos os homens em idade fértil foram desviados para a guerra, restantes rapazes, velhotes e mulheres para se sustentar enquanto família. Mas não só. É neste episódio que percebemos também que algo de especial existirá naquela loja, e da vida que levam as pessoas daquela cidade.

História estranha sem um percurso evidente deixa um gosto amargo pelo tom pouco conclusivo do final  sem que tenha percebido afinal qual o objectivo da história. Apesar de ter cenas interessantes, é uma das histórias menos marcantes do conjunto.

Um pensamento sobre “The memory of Peace – Kate Elliott (The Very Best of)

  1. Pingback: The Very best of Kate Elliott | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s