O Livro das Estranhas Coisas Novas – Michel Faber

IMG_8793

Lançado recentemente pela Relógio D’Água, foi uma surpresa no cenário editorial português a publicação de um livro de ficção científica sem que estive esclarecido o seu género, quer na sinopse, quer em qualquer informação distribuída sobre o livro.

Com elementos apocalípticos e encontro com alienígenas, este livro possui vários factores que o enquadram no género mas, não é, dos melhores livros sobre os temas que debate, alongando-se por demasiadas páginas para expor a história.

Tal como nos indica a sinopse, um homem, pastor, parte para conseguir captar novos crentes e disseminar a palavra de Deus. O que não nos explica a sinopse é que estes novos crentes serão alienígenas num mundo recém-descoberto que se encontra sob exploração privada. Sem poder levar a esposa, Peter Leigh é o escolhido para a missão prioritária – os novos crentes terão feito um embargo de comida que durará enquanto não tiverem padre.

The book of strange new things

O mundo que Peter Leigh descobre é bastante diferente de todas as suas expectativas. De solo esponjoso que absorve toda a água das chuvas, inóspido salvo por umas estranhas e carnudas flores que substituem todos os alimentos, uma espécie de galinháceos, uns voadores pequenos semelhantes a insectos, e a espécie sapiente, este mundo é desprovido de uma ecologia funcional.

Mas se não bastasse a impossibilidade (nem sequer tentada) de fazer aparecer uma espécie sapiente em tal mundo, o ciclo da água também é ilógico. O mundo é quente o suficiente para que alguma água da chuva se evapore, mas com a elevada absorção do solo nunca seria suficiente para garantir que o circuito se mantivesse por muitos anos, quanto mais séculos. Como se não bastasse, a chuva não obedece à lei da gravidade e, quando chove, chove em todos os sentidos – o que até se torna interessante.

Voltando à história. Não é só o mundo que é inesperado para Peter Leigh – a própria colónia é composta por elementos humanos de passado obscuro, que terão optado há muito por uma vida mais produtiva. Mas tal não explica a sua aparente apatia. Existem relacionamentos breves entre eles, mas ninguém se conhece verdadeiramente, não existindo brigas nem grandes confraternizações. Ainda que o pastor faça algumas tentativas de se aproximar, estes elementos não são cristãos – e a prioridade são os alienígenas.

The book of strange new things 2

E afinal como são este seres? Mais pequenos mas humanóides, terão diferenças sobretudo fisiológicas e no rosto – sem estruturas perceptíveis, será semelhante a uma noz quebrada ao meio. Sem distinção óbvia de género, os partos são descritos como ocorrendo pela cabeça, assemelhando-se às dores de cabeça de Zeus.

As suas casas serão construídas com o solo como se fosse argila, casas simples, sem portas, mas com missangas à porta. Sem grande mobiliário salvo camas, são estruturas que cumprem a missão para a qual são construídas. Dormir. Sem tecnologia, ciência ou literatura, são mentes simples que percepcionam o passado, mas não se preocupam com ele, optando antes por se concentrar na forma como ultrapassar os obstáculos.

Não se perceba que são intelectualmente atrasados. São simplesmente, diferentes. Peter Leight encontra, ao contrário do que esperava, um grupo de indivíduos já convertidos e ansiosos pela sua chegada para poderem aprender mais sobre o livro das estranhas coisas novas (a Bíblia).

The book of strange new things 3

Entre o tempo que despende a adaptar a Bíblia à mente destes novos seres, Peter Leigh preocupa-se, também, com a mulher que deixou, grávida e sozinha, numa sociedade à beira do abismo. Pela correspondência que trocam vamos percebendo que as catástrofes naturais são cada vez mais recorrentes e fortes, e que as infra-estruturas decaem a uma velocidade vertiginosa – sem recolha de lixo, com falhas de água e electricidade, sem segurança policial.

Em que se centra então O Livro das Estranhas Coisas Novas de Michael Faber? Em tudo e em nada. Embora possua elementos interessantes na forma como descreve a sociedade dos seres deste novo planeta, bem como nas invenções desenvolvidas pelos terrenos para se adaptarem, vai intercalando entre a preocupação de Peter com a esposa e a preocupação com o entendimento do livro pela nova congregação.

The book of strange new things 4

Apesar de ter elementos curiosos, não posso dizer que gostei especialmente da história. Poderia ter havido uma melhor exploração da história dos alienígenas, mas o pastor não estava especialmente preocupado com estas questões ainda que pudessem ajudar a percebê-los. Por outro lado, o próprio planeta tem várias falhas lógicas de concepção.

Então, com tantos elementos variados, como ficam as deambulações filosóficas e religiosas? Pensei que, dada a temática, a editora e a forma como o livro foi anunciado, existissem em maior concentração. Mas a personagem principal não é exactamente das pessoas mais profundas. Os seus pensamentos deambulam entre tentar tornar o ensino da religião uma prática compreensível e, novamente, a preocupação pela esposa. De vez em quando relembra o passado.

IMG_8533

Perante a calma que sente neste planeta, e o afastamento de todos os problemas terrenos, Peter Leigh não é uma personagem especialmente interessante. Por outro lado, as restantes são quase inexistentes, demasiado pacíficas ou despreocupadas para gerarem algum tipo de verdadeiro conflito. Para enfatizar o aborrecimento, a pouca história alonga-se, sem necessidade, por quase 500 páginas em letra miúda.

 

3 pensamentos sobre “O Livro das Estranhas Coisas Novas – Michel Faber

  1. Quando cocei aler, fiquei de imediato interessa; um livro de FC editado em português…. mas depois li o resto da tua análise e… claramente, vou poupar o dinheiro da sua aquisição… obg 🙂

  2. Pingback: A ficção especulativa em Portugal – 2015 | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s