Fables Vol.13 – The Great Fables Crossover

A presença demoníaca que se libertou com a queda do Império continua a exercer o seu efeito sobre as figuras dos contos de fadas e sobre os comuns mortais. Se nas cidades comuns se verifica um aumento do crime e do medo de todas as sombras, já algumas personagens de contos de fadas percebem que o seu lado negro está descontrolado, pronto a partir para a violência.

Enquanto Bigby (o lobo mau / lobisomem) e o Monstro (de a Bela e o Monstro) se batem quase mortalmente por não se conseguirem controlar, Jack envia uma mensagem – o Literal responsável pela criação de todos eles está ainda mais louco e pretende acabar com a existência de todos os seus Mundos e respectivas fábulas!

Enquanto Branca de Neve e Bigby partem para investigar os Literais, a quinta sofre uma revolução. Os animais estão crentes no possível regresso de Blue que irá conduzir o repovoamento dos reinos das fábulas. Uma crença demasiado excessiva que leva a um fanatismo extremo, fanatismo aproveitado por Jack que se faz passar por Blue para pregar mais umas quantas partidas.

Os literais serão as entidades responsáveis pela escrita dos vários géneros literários e os criadores de vários mundos. Para cada género encontramos um literal que se expressa de acordo com o género a que corresponde. O literal responsável pelo reino das fábulas acordou de um torpor e encontrou as fábulas com percursos diversos, bastante diferentes do que pretendia – o Lobo Mau casado com a Branca de Neve? Que desvio tão grande!

Percebendo o risco que correm, Branca de Neve e Bigby procuram o Literal responsável, sofrendo directamente algumas consequências transformadores – o Literal é capaz de, com o escrever de uma caneta, mudar o aspecto de Bigby. Mas, por alguma razão que não compreende, não consegue matá-lo logo num acidente.

Divertido e utilizando uma ideia engraçada, este volume mostra como a crença em Blue cresce e se torna problemática, enquanto as restantes fábulas enveredam por batalhas que, sendo necessárias, atrasam o enfrentar da figura maléfica que destruiu a cidade e os impede de prosseguir na reconquista dos reinos fantásticos.

Visualmente interessante (ainda que menos do que o próximo, o 14 volume – sim, sem querer troquei a leitura de ambos, sem grande prejuízo) The Great Fables Crossover mostra como se tornam independentes e passam a ser responsáveis pelo seu próprio destino.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s