146 – The Epigenetic Revolution Livro de divulgação científica que se centra em explicar as alterações epigenéticas. Simplificando o conceito, os genes pode ser ligados ou desligados por influência do ambiente ou das experiências vividas (sobretudo as de grande stress ou fome). A autora consegue explicar de forma acessível os principais mecanismos, mas com o avançar do livro, opta por uma expressão muito técnica com uma grande densidade de uso de nomes de proteínas, o que pode afastar os que não são tão fluídos nestes termos;

147 – Contos Populares Portugueses – Artur Correia – Há umas décadas, Artur Correia adaptou seis dos contos populares portugueses, dando-lhes uma aura mais cómica e acessível. A Editora Polvo recuperou esta obra do autor, mas faltou um enquadramento – não fosse a referência de Pedro Cleto e tinha-me escapado tratar-se de uma obra tão antiga;

148 – La Ficcion – Curt Pires e David Rubín – O visual é o típico de David Rubín. O conceito é o do mundo mágico que atrai alguns miúdos para viverem grandes aventuras. Mas aqui, já crescidos (e crentes que os momentos que viveram foram imaginados) são novamente chamados para este mundo, percebendo agora que algo maléfico lá se encontra. A história possui várias referências a clássicos da literatura, sobretudo do realismo mágico;

149 – Un tal de Cervantes – Christian Lax – A história apresenta-nos um homem, um ex-combatente de guerra que, entre a mão perdida e os momentos traumáticos, tenta retornar à sociedade, após uns episódios em que se isolou totalmente. Mas a sociedade não é a preto e branco, e acaba demonizado por pessoas mal intencionadas, entrando num loop de violência e de perseguição. A personagem tem óbvias referências a D. Quixote de La Mancha, obra que a personagem principal refere.