Eventos: Fórum fantástico – dia 3

ff2014b

E se o segundo dia começou a correr, ainda mais o terceiro – neste é que não convinha chegar tarde, mais que não seja porque ia parar ao palco (se bem que por vezes mais facilmente continuava a ouvir as sugestões do Barreiros ao invés de falar). Mais tarde irei colocar uma lista completa das sugestões apresentadas nesta sessão.

Seguiu-se a celebração dos 30 anos do ciclo “1984: o futuro é já hoje'”, um ciclo envolvendo a cinemateca e a Fundação Caloute Gulbenkian onde João Barreiros teve a oportunidade de escolher os filmes do ciclo, compilando depois um enorme volume sobre os filmes. Bons tempos. No final soube-se que a Fundação terá feito obras na sala de cinema, prevendo-se ciclos de cinema para os próximos tempos (fica a esperança de entre os ciclos existir um do género, mesmo que não tão exaustivo).

IMG_2425

Após um longo lanche, assisti a Alternativas na Edição Literária, um painel onde se falou sobretudo da publicação em formato digital (ebook) e na publicação de autor, sendo interessante ver a diferença entre a publicação digital e a publicação em formato físico. Surgiram, como seria de esperar, opinião diferentes na audiência, ou não houvesse editores e outras pessoas do mundo da publicação.

Como leitora, tenho apenas a acrescentar que normalmente se nota a diferença entre um trabalho amador e profissional, não só por vezes na qualidade da escrita final – um bom editor e isto talvez aconteça mais fora de Portugal – é, também, alguém que revê criticamente o trabalho e pede alterações, obrigando à afinação do texto final; como pela qualidade visual da edição. E os livros não são só páginas soltas com texto, ou não existiria tanto investimento em tudo o que compõe o livro.

IMG_2444

Finalmente, o painel da Banda Desenhada Fantástica, onde se conheceu o trabalho de Penim Loureiro, André Coelho e David Soares. Cidade Suspensa (de Penim Loureiro) li recentemente – um livro de banda desenhada onde a história é escassa, mas a qualidade das imagens é soberba. Tal como as imagens apresentadas pelo autor, principalmente as nunca publicadas, de um livro de Jorge de Sena.

Espectaculares, mas muito mais sombrias, foram as imagens apresentadas por André Coelho, algumas da banda desenhada Torre Terminal (se não me falha a memória). Imagens caóticas, algumas demasiado complexas para fixar impávida, outras mais simples e minimalistas com as quais fiquei fascinada (mesmo não sendo a arte minimalista a minha preferência usual). No final assistimos à intervenção de David Soares, a propósito do lançamento recente de As Sepulturas dos Pais, onde o autor aproveitou para explicar o seu processo criativo.

IMG_2457

Resta aguardar mais um ano para o próximo Fórum Fantástico !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.