Resumo de Leituras – Julho de 2016 (5)

IMG_7927

177 – Eu, Assassino – Antonio Altarriba e Keko – Quando um psicopata é um professor de arte, tenta fazer, das suas vítimas, a próxima peça da sua exposição imaginária. Tal como na arte em que cada peça é única, a cada vítima corresponde um método diferente, acompanhado, por vezes, por elementos de improviso, mas quase sempre em cenários meticulosamente planeados. Para além desta faceta sangrenta, o professor tem de lidar com um meio académico que se revela implacável;

177 – Altemente Vol,1 – Mosi – Pequeno livro publicado pela ComicHeart, apresenta a primeira parte de um projecto artístico no qual a autora, conjuntamente com um grupo de colegas, durante o qual passaram duas semanas numa pequena aldeia no concelho de Loulé;

179 – Pyongyang – Guy Delisle – Qualquer distopia é arrepiante. Neste caso o arrepiante é saber que é uma sociedade real, um país que persiste semi isolado do resto do Mundo, criando a sua própria realidade. O tom bem humorado e descontraído torna o relato surreal, uma história de viagens em que não ocorre propriamente nenhum evento relevante, mas que se torna interessante pelos elementos que revela;

180 – Flowers for Algernon – Daniel Keyes Um homem de baixo QI mas esforçado e minimamente auto-suficiente é levado para um laboratório com o objectivo de realizar um tratamento inovador que lhe irá aumentar as capacidades cognitivas. A história vai sendo apresentada a partir do diário que é obrigado a apresentar à equipa científica. O despertar de novas capacidades não será tão pacífico e agradável quanto julga pois só agora percebe que aqueles que julgava amigos afinal se servem dele como palhaço, e finalmente recorda a família que o abandonou. Um livro excelente que, apesar de ter uma história previsível, se excede pelo lado humano;

2 pensamentos sobre “Resumo de Leituras – Julho de 2016 (5)

  1. Quero muito comprar o Eu, Assassino mas o preço é bem puxado e a G.Floy anda a abusar nos lançamentos 😀 . Também te quero recomendar uma nova série da Image que acho que vais adorar, saiu agora o primeiro Trade e é bem barato preço bookdepository de 9 euros: “I hate Faryland” se puderes vê uma preview ou assim, é basicamente uma paródia com tudo o que é contos de fadas e a arte encaixa muito bem.

    • Comprei o Eu, Assassino na FNAC com o desconto de aderente. É puxado, e acho que o livro não pedia uma página de tal grossura (que transparece a ideia de possuir uma história maior do que realmente tem). Olhando para o género de traço (e a utilização apenas de preto e vermelho) não achei que fosse o meu género, mas por acaso gostei imenso.
      https://acrisalves.wordpress.com/2016/04/11/i-hate-fairyland-vol-1-skottie-young/
      I Hate Fairyland li já há algum tempo, uma versão integral digital que a editora forneceu para quem tem blogues, e adorei ! Tanto que vou comprar a edição física – aquele cruzamento de fofinho e querido com demência assassina está genial. As analogias a tantas obras de fantasia que seguem a fórmula comum e a forma como se tornam irritantes foi bem apanhada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s