Esta história terá surgido como Webtoon, ou seja, como um webcomic sul-coreano, publicado online. Em Portugal, esta série está a ser publicada pela Editorial Presença, sendo um lançamento curioso da editora, dado tratar-se do segundo livro de banda desenhada que publicam (o primeiro terá passado meio despercebido – Idiotizadas).

História

Por todo o mundo surgem portais para masmorras carregadas de monstros. Simultaneamente, alguns humanos são presenteados com poderes para eliminar esses monstros. Seong Jinu é um deles – um caçador de monstros de nível muito baixo, que se está sempre a magor, mas que deve persistir porque precisa do dinheiro para sustentar a família.

Para explorar uma masmorra teoricamente de nível intermédio é reunido um grupo de caçadores de vários níveis, sendo Seong Jinu o mais fraco. Mas a masmorra revela monstros inimagináveis de força excessiva, o que irá desbalencear o poder dos elementos do grupo.

Crítica

Solo leveling é, conforme esperado, um livro de elevada acção. Os diálogos são rápidos e os episódios de batalha sucedem-se rapidamente, demonstrando como os guerreiros tentam eliminar os vários monstros. A premissa recorda a de um jogo de computador ou um RPG, onde os guerreiros possuem níveis de poder, bem como os monstros que têm de eliminar.

As motivações da personagem principal são simples mas eficazes, justificando a sua presença apesar dos poucos poderes. Esta motivação é associada à sua condição financeira e social – pobre mas esforçado e capaz de se sacrificar.

Conclusão

Apesar da simplicidade de premissa e do uso de vários elementos clichés para histórias do género, a narrativa consegue ter algumas surpresas e reviravoltas, distraindo o leitor e levando-o rapidamente de página em página.

WOOK - www.wook.pt