Se Acordar Antes de Morrer – João Barreiros (parte II)

Noite de Paz é a sexta história da colectânea, tendo como tema, o Pai Natal. Mas como é de esperar em João Barreiros, ainda que a história decorra na Noruega e existam renas, este não é o Pai Natal típico, antes uma anomalia, um nanoconstructo que ameaça a economia mundial e terá de ser eliminado a todo o custo. Desta forma, um batalhão armado ataca as instalações do Pai Natal com o objectivo de o eliminar.

Segue-se A Síndroma de Abraão, outra história em torno das viagens à Lua, mas desta vez, descrevendo uma atípica forma de domínio extraterretre, através da dependência de tecnologia ao invés de uma invasão militar. Na Lua aguardam as sementes de uma tecnologia avançada denominada Enciclopedia, que permite aos seres humanos o acesso a toda a informação. Mas claro, como não existem almoços grátis, quarenta anos depois a toda a humanidade aparece o mesmo aviso, segundo o qual o prazo da assinatura gratuita estaria a terminar, havendo a necessidade de efectuar um pagamento para manter o contrato.

Em Por Amor à Prole a maioria, senão todas, as espécies animais e vegetais, sofrem rápidas e estranhas mutações que os tornam mais inteligentes e agressivos. Assim, temos galinhas dentadas que põem ovos de aspecto estranho, semelhante a rocha ou pedra, de onde saem pintos mais evoluídos que as progenitoras, de maior massa encefálica, e ervas daninhas que gritam quando arrancadas pelas raízes. Nas maçãs aguardam perigosas lagartas escavadoras e da vaca sai leite tão negro quanto petróleo. Estes seres caracterizam uma quinta onde a protagonista pretende sobreviver e obter o seus sustento.

Seguem-se duas histórias que podemos encontrar em Antologias. Por detrás da Luz encontra-se em A Sobre Sobre Lisboa, uma antologia de histórias lofecraftianas publicada pela Saída de Emergência. Por sua vez, Se Acordar Antes de Morrer é a história que dá nome ao livro e pode ser encontrada no primeiro volume da colecção Imaginarios, uma mistura de ficção científica com zombies, onde um autómato publicitário é activado na época do Natal, dirigindo-se à cidade de seres esfomeados que em vão o mordem.

Publicado pela primeira vez num jornal, O Teste debruça-se sobre um sistema educacional futuro, em que os professores, para além de mal pagos, são obrigados a alugar um apartamento onde vivem isolados da família com o intuito de se poderem dedicar inteiramente ao ensino. Para além de viverem sob o terror de serem acusados de crueldade mental caso os exames se revelem demasiado difíceis, podem ser facilmente molestados ou eliminados pelos alunos revoltados.

Sincronicidade baseia-se num projecto o envio de uma mensagem a um planeta distante. Para tal reúnem-se duzentas crianças que irão aprender a conduzir um robot na construção de um castelo com qualquer material que estiver à mão. Esta mensagem terá como objectivo demonstrar a inteligência e a imaginação pela criação de algo a partir de partes não relacionadas.

Uma noite na periferia do Império é o conto de João Barreiros que aparece, traduzido para inglês no The SFWA European Hall of Fame. É uma imprevisível história em torno de uma espécie alienígena inspirada na figura do Poupas da Rua Sésamo.

Por último, temos Um homem e o seu gato ou O Céu dos gatos e o Inferno dos pardais.  A história é relatada por um gato falante que decide contar como ocorreu a extinção dos seres humanos. No mundo descrito, alguns felinos foram alterados geneticamente para produzirem, sob determinadas condições, um poderoso alergéneo, constituindo por isso uma poderosa arma biológica. Por descuido, dois dos gatos são adoptados como companheiros domésticos, encontrando-se um deles em casa de Sequeira. Este acorda atordoado por um telefonema que lhe indica ter ocorrido um desastre em Munique, que estará relacionado com o seu fiel companheiro, Senhor Luvas, um gato dotado de uma grosseira linguagem.

Com mais de quinhentas páginas, Se Acordar Antes de Morrer apresenta-nos várias histórias de ficção científica pura e dura, de ambiente negro e humor irónico, característicos da escrita de João Barreiros. Preparam-se para serem chocados com sátiras violentas com máximo prejuízo e esqueçam os finais felizes: nas histórias de Barreiros estes não existem verdadeiramente.

Primeira parte

4 pensamentos sobre “Se Acordar Antes de Morrer – João Barreiros (parte II)

  1. já tive oportuidade de ler grande parte dos contos ( e a noveleta) presentes na antologia e de facto o joão barreiros é um grande escritor de Ficção Científica, com um estilo bem próprio, pelo que aconselho vivamente o livro. E aproveito para esclarecer que apesar de poder ser também encontrado no “Imaginários” o conto ” Se Acordar Antes de Morrer” foi escrito poprositadamente para a colectânea “Contos de Terror do Homem-Peixe”, das Edições Chimpanzé Intelectual.

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Abril 2010 « Rascunhos

  3. Pingback: Efeitos secundários – vários autores (2ª parte) | Rascunhos

  4. Pingback: Passatempo: Se acordar antes de morrer – João Barreiros | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s