Destaque: Todos os fogos o fogo – Julio Cortázar

todos os fogos o fogo

Eis um autor que, até recentemente, tinha ouvido falar muito pouco. Esta perspectiva mudou com o Fórum Fantástico do ano passado, em que foi figura central do prémio de fotografia (patrocinado pela própria editora, Cavalo de Ferro), tendo sido criado, também, um filme sobre um dos seus contos mais conhecidos. Na altura, o representante da editora tinha referido a intenção de continuar a publicar os restantes livros do autor, facto que se tem constatado com os lançamentos recentes de Bestiário ou Final do Jogo. Deste, Todos os fogos o fogo, deixo-vos a sinopse:

Imagine-se uma dessas longas filas de automóveis parados na auto-estrada às portas de uma grande cidade para desespero dos automobilistas; e que os minutos e as horas de espera se transformam em dias, e estes em semanas e depois em meses, convertendo o espaço circundante numa espécie de não-lugar familiar; neste tempo e lugar suspenso, nascem amizades e disputas, os automóveis transformam-se em hospitais de campanha, em alcovas, em bares, organiza-se uma nova sociedade. É este o tema do famoso conto, «A Auto-estrada do Sul», adaptado ao cinema por Jean-Luc Godard, que abre o presente volume.

Seguem-se outros não menos famosos, num total de oito, onde Julio Cortázar demonstra, uma vez mais, a sua enorme mestria em (con)fundir passado e presente, sonho e realidade, criando ambientes ficcionais únicos, onde as tensões e os medos da vida quotidiana se sublimam em aparentes novas realidades.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s