Black Widow – Homecoming / The things they say about her – Richard K. Morgan

IMG_2296

Estes dois volumes foram adquiridos aquando da vinda do autor a Portugal, há alguns anos. Na altura lia menos banda desenhada pelo que só agora, depois de ler o volume Viúva Negra da colecção Poderosos Heróis Marvel é que me senti apta a pegar nestas duas aventuras, onde foi positivo ter algum conhecimento prévio da personagem.

De bailarina a espia russa, Natasha Romanova já fez parte da SHIELD e agora trabalha sozinha, em pequenas acções de vingança de moral peculiar – é que enquanto se preocupa em ajudar uma jovem desconhecida, é capaz de arrumar homens armados como quem parte copos.

IMG_2301

No primeiro volume, Homecomings, alguém decide exterminar todas as agentes que já passaram pelo programa russo Black Widow. Como seria de esperar, Natasha percebe o engodo e sobrevive. Mais valia não a terem provocado – é que agora irá fazer de tudo para caçar quem a persegue, com a ajuda de um ex-agente da SHIELD.

Natasha não se poupa a esforços – seduz soldados e questiona-os com ajuda de drogas potentes, invade sedes de poderosas corporações e pelo caminho ainda explode com agentes de agências governamentais. A história é movimentada mas a elevada acção é caracterizada sempre por um espírito de depressão desesperada, típica de quem não tem nada a perder e não irá parar até chegar onde pretende.

IMG_2305

(estranho como o primeiro quadrado me recorda uma personagem do Locke & Key – será da língua e da cor azulada?)

No caminho da vingança irá passar pelo local onde se formou como espia, descobrindo dois dos responsáveis pelo programa russo que destroem todas as noções e memórias de um passado. Sem verdadeiras âncoras emocionais, Natasha torna-se uma destruidora implacável.

IMG_2317

O segundo volume, The Things they say about her, é uma óbvia resposta ao primeiro – toda a destruição causada por Natasha retorna para a assombrar e atrapalhar. A invasão à poderosa organização americana resulta num mandato de captura internacional e acaba por se refugiar em Cuba com a ajuda de Yelena Belova, uma Viúva Negra mais recente.

Se no volume Poderosos Heróis Marvel, o primeiro encontro destas duas viúvas é tudo menos pacífico, realçando-se a rivalidade entre as duas personagens, aqui, a relação é de superioridade cooperante. Natasha pode ser a melhor espia e lutadora, mas Yelena torna-se uma mulher do mundo, uma capaz negociadora que tem olhos e ouvidos em todo o lado, apta nos jogos de influências internacionais. A Yelena já não preocupam as tarefas menores de uma espia, mas o jogo do sucesso.

IMG_2359

As acções de Viúva Negra acabam por envolver alguns amigos da SHIELD, incluindo Fury e Daredevil que desempenham um importante papel na concretização dos planos de Natasha.

Ainda que os dois volumes sejam complementares, achei que graficamente, o primeiro estava melhor, com maior profundidade nas cenas e maior variedade de ambientes. Em termos de história tem mais espaço para se desenvolver de apresentar acções paralelas, enquanto este segundo é quase todo dedicado a responder e a fechar o primeiro volume.

Neste sentido, a minha preferência é para com o primeiro, ainda que globalmente, tenha achado o conjunto bastante interessante, com uma volta interessante ao relacionamento entre as duas viúvas negras, Natasha e Yelena.

IMG_2355

O autor, Richard Morgan, é mais conhecido como o responsável pela série de ficção científica Takeshi Kovacs- uma série caracterizada por açcão intensa, mirabolante e impiedosa, características presentes, também, na personagem Natasha.

Da série Takeshi Kovavs foi publicado o primeiro volume, Carbono Alterado (tratam-se de histórias independentes) que deverá ser adaptado brevemente para cinema. Para além desta banda desenhada, Richard Morgan participou num outro volume de banda desenhada – Crysis.

5 pensamentos sobre “Black Widow – Homecoming / The things they say about her – Richard K. Morgan

  1. O problema da manga costumam ser as séries infindáveis – já peguei nalgumas coisas mas nunca fui adepta. Este parece engraçado.

    Da Levoir comecei por fazer a da Graphic Novels, e depois fiz a dos Poderosos Heróis Marvel. Agora estou a fazer a da DC.

    • Por acaso não concordo contigo, muitas das vezes as comics de super heróis são bem piores, por exemplo “agora” na marvel aconteceu as guerras secretas e tens que ter lido muitas muitas histórias para perceberes aquilo:
      Manga tem o próprio universo e mais nada, claro que tens mangas muito grandes (naruto, onepiece etc) mas tens uns mais pequenos. Esse ai que te falei por exemplo vai completar-se em 9 volumes nao é pequeno mas também não é gigante (apesar de esses volumes chamados perfect edition serem 2 in 1). Também tens planetes que são 2 volumes, pluto que são 10 volumes etc. Death note também estou a gostar muito (vou no volume 6 da devir mas devo trocar pela versão inglesa), a black edition que é 2 in 1 logo completa-se em 6 e cada volume custa 11 euros fica quase pela metade do preço.

      • Sim, tens razão – isso também acontece com Marvel e DC. Quando falo de banda desenhada refiro-me normalmente a histórias de um só livro, esquecendo-me que só para perceber algumas coisas da Marvel é necessário ir tirar um curso. Por exemplo, neste caso deu-me jeito ter assistido à série SHIELD e já ter lido as histórias da geração das duas viúvas negras, senão estava bem tramada.
        Eu gosto de Anime, Rurouni Kenshi, por exemplo. Mas por alguma razão (se calhar porque nunca peguei a sério em nada e não dei oportunidade) Manga nunca me captou.

  2. Pingback: Resumo de Leituras – Fevereiro de 2016 (4) | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s